O preço das ações Accor cai, o sector do turismo preocupa-se

  •   28/01/2020 - 16h15
  •   Adeline HARMANT

Entre os valores europeus que estão actualmente a evoluir mais negativamente está, naturalmente, o título da empresa Accor, que ainda hoje se encontra em declínio e parece estar numa posição de liderança por temores sobre a epidemia de coronavírus que actualmente afecta a China e indirectamente a economia mundial e este sector económico em particular. Por isso, oferecemos-lhe uma actualização mais completa sobre estas notícias e os nossos conselhos para futuras sessões.

O preço das ações Accor cai, o sector do turismo preocupa-se
Direitos autorais da imagem: Kamel15 [CC BY-SA 3.0]

O preço das ações da Accor cai devido à epidemia chinesa:

Não é sem razão que estamos actualmente a assistir a um declínio geral dos mercados financeiros mundiais e à queda de certas ações específicas, como as ações da Accor. De facto, enquanto as operações turísticas entre a China e o resto do mundo são cada vez mais interrompidas a cada dia e espera-se que sejam interrompidas de forma muito significativa na próxima quinzena, os mercados estão a ser muito cautelosos e os investidores estão a fugir de certas ações em favor de portos seguros.

Claramente, o sector mais afectado pelas medidas tomadas pelo governo chinês durante o fim-de-semana para limitar a propagação do coronavírus, que provavelmente será prolongada, é o sector da hospitalidade global.

No entanto, entre os stocks deste sector que actualmente registam mais perdas está o do grupo Accor, que caiu abaixo do limiar dos 36,5 euros, quebrando assim o piso de 36,7 euros que tinha atingido anteriormente em Outubro de 2019. Actualmente, a quota-parte da Accor parece estar a caminhar para a diferença de 34,99 euros que tinha atingido em Junho de 2019.

 

Dificuldades em todos os mercados europeus :

Naturalmente, a França e a ação de Accor não são as únicas vítimas da epidemia de coronavírus chinês, que tem um impacto global em todos os mercados financeiros europeus e até mesmo mundiais.

Hoje, podemos ver que os mercados europeus estão tentando resistir o melhor que podem à forte queda na bolsa de Nova York, já que o Dow Jones perdeu mais de 1,6% de seu valor ontem e diante da crescente ansiedade por parte dos investidores quanto ao resultado da crise que afeta atualmente a China.

Embora o CAC40 e o FTSE 100 estejam lutando para ganhar 0,2%, o DAX 30 está 0,1% abaixo hoje.

Deve-se lembrar que o coronavírus afeta agora outros países além da China, com casos na França e nos Estados Unidos em particular. Além disso, as autoridades chinesas acabam de prolongar as férias de Ano Novo Lunar até 2 de fevereiro, numa tentativa de conter o surto.

No entanto, daremos mais atenção a certos valores que são, naturalmente, particularmente penalizados por esta situação actual, como a acção Accor, mas também todas as ações no sector do turismo ou das viagens.