As melhores ações italianas

O mercado italiano conta com alguns títulos que merecem atenção para serem negociados on-line. Para conhecê-los e aprender a especular sobre suas cotações, veja nossas recomendações.

Negocie as ações italianas!
80.5% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.
As melhores ações italianas

Comprar ações do Ferrari
Comprar ações do FIAT
Comprar ações do Enel

Dentre as empresas europeias cotadas na Bolsa de Valores e que mais interessam os investidores, encontram-se muitas empresas italianas, cujas fortes altas anuais apresentam uma boa oportunidade de ganhos, em médio e longo prazo.

Mas, dentre todas as ações italianas acessíveis on-line a partir das plataformas de trading, quais são as mais pertinentes de serem seguidas? Para ajudá-lo(a), resolvemos apresentar-lhe as 10 melhores ações italianas do momento. Primeiramente, vamos explicar como fizemos tal seleção.

 

Negociar as melhores ações italianas cotadas na Bolsa de Valores de Milão:

Se você se interessa em seguir os valores mobiliários italianos, você deve conhecer sua praça de cotação principal que nada mais é do que a Bolsa de Valores de Milão, mais conhecida como Borsa Italiana, criada em 1997 por meio da unificação das antigas praças financeiras do país, como a Borsa di Roma. Essa praça financeira é associada ao índice de referência italiano FTSE MIB que tem o objetivo de representar a saúde econômica da Itália, sexta potência mundial, apesar de crises que, nesses últimos anos, pesaram fortemente sobre sua dívida pública. Contudo, pode-se avaliar a origem dessa Bolsa no ano de 1808, quando da criação da Câmara de Comércio de Milão, que se tornou pública em 1865. Naquela época, a Borsa di Milano era controlada pelo Estado italiano e permanecerá, até 1977, o único mercado regulamentado do país. É, portanto, em 1977 que essa Bolsa será finalmente privatizada e que a empresa Borsa Italiana S.p.A será criada para gerenciá-la.

É importante salientar que a Borsa Italiana foi comprada pelo London Stock Exchange em 2007 e, portanto, perdeu sua independência. Tal mudança se deve em grande parte à globalização cada vez mais importante dos mercados e à reunião de outras praças financeiras.

Atualmente, a Bolsa Italiana mantém sua sede no palácio Mezzanotte em Milão. Seu índice de referência, antes o S&P/MIB tornou-se, depois da compra da praça financeira pela Bolsa de Londres, o FTSE MIB. Voltaremos a seguir sobre esse índice e as ações que o compõem.

No entanto, pode-se dividir a Bolsa de Milão em diversos mercados de cotação que lhe permitirão encontrar com maior facilidade as ações italianas que o(a) interessam de acordo com diversos critérios. Essa decomposição abrange sete diferentes mercados com, em primeiro lugar, o mercado MTA, o Mercato Telematico Azionario, que é o mercado de base dessa Bolsa, o mesmo dividido em diversos mercados. Citemos depois o mercado MIV, para Mercato telematico degli Investment Vehicules, que é o mercado dos fundos de investimento, o mercado AIM, especializado nas pequenas e médias empresas (PME), o mercado IDEM, com os produtos derivados, o mercado SEDEX, com os certificados, o mercado MOT das obrigações (debêntures) e o mercado ETF Plus para as ETFs.

Todas as ações que terá oportunidade de negociar on-line por meio dos CFD se originam do Mercato Telematico Azionario, o MTA, principal mercado da Bolsa Italiana. Portanto, é nesse mercado que você encontrará as melhores ações do país.

 

Como escolher as melhores ações italianas?

Se você enseja investir on-line no mercado de ações utilizando os contratos CFD, é preferível interessar-se pelas ações cotadas nas grandes praças financeiras italianas. Assim sendo, orientamos nossa escolha para ações italianas integrando o cálculo do índice FTSE MIB, o índice principal do país. De fato, são principalmente esses títulos que você encontrará on-line nas corretoras.

Mas realizamos também uma classificação para determinar as 10 ações mais rentáveis. Para tanto, levamos em consideração as variações altistas anuais de cada uma dessas ações. Não consideramos os dividendos gerados por esses títulos, pois é a partir das variações de preço que você obterá seu ganho quando negociar sobre a cotação das ações, e não sobre os dividendos.

 

As melhores ações italianas fazem parte do índice financeiro de referência FTSE MIB:

Se a Bolsa de Milão lhe permite acompanhar o conjunto das ações das grandes empresas italianas, não poderá acessar diretamente as melhores ações italianas. Para tanto, é preferível voltar-se para o índice financeiro de referência do país, a saber, o FTSE MIB. Nesse contexto, a sigla MIB significa Milano Italiana Borsa et FTSE é o equivalente do Footsie inglês.

Esse índice financeiro é composto das maiores ações em Bolsa do país, de acordo com a capitalização financeira total de cada empresa considerada.

O índice é frequentemente correlato com outros índices financeiros internacionais, como o índice americano Dow Jones, o índice alemão DAX 30, o índice francês CAC 40 ou ainda o índice britânico FTSE 100, por causa da dependência cada vez maior dos diversos mercados financeiros mundiais que ocorre faz alguns anos.