As melhores ações americanas

Para investir no mercado financeiro americano, veja a lista das melhores ações cotadas nos EUA.

Negocie as ações americanas!
80.5% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.
As melhores ações americanas

Comprar ações do Google
Comprar ações do Walt Disney
Comprar ações McDonald’s
Comprar ações do Coca Cola
Comprar ações do Facebook
Comprar ações do Apple
Comprar ações do Microsoft
Comprar ações do Twitter
Comprar ações da Yahoo
Comprar a ação Herbalife
Comprar ações do IBM
Comprar ações do PepsiCo
Comprar ações do Netflix
Comprar ações do Accenture
Comprar ações Ford
Comprar ações do GoPro Inc
Comprar ações do Amazon
Comprar ações da AMD
Comprar ações do Snapchat
Comprar ações do Tesla Motors
Comprar ações Boeing
Comprar ações Nike
Comprar ações ExxonMobil
Comprar ações do NVidia
Comprar ações do Intel
Comprar ações do Uber
Comprar ações do Activision Blizzard
Comprar ações do General Electric
Comprar ações do Visa
Comprar ações do Starbucks
Comprar ações do Beyond Meat

Com as consequências negativas do Brexit nos mercados financeiros europeus, as ações americanas estão atualmente com o vento em poupa. Portanto, é interessante investir desde já na Bolsa de Valores de Nova-Iorque. Mas como escolher as ações mais valiosas de serem negociadas? Descubra a seguir as melhores ações americanas do momento.

 

Em que mercados podem-se negociar as melhores ações americanas?

Antes de mergulhar na especulação on-line sobre a cotação das maiores ações americanas, é necessário conhecer os mercados financeiros em que tais títulos estão cotados. É o que propomos agora, com um lembrete sobre os diversos mercados financeiros americanos.

Com efeito, os Estados Unidos contam com vários mercados financeiros, mas somente destacaremos aqui aqueles onde estão inscritas as melhores ações do país. Trata-se, é claro, dos dois maiores mercados dos EUA, a saber, o NYSE, o New York Stock Exchange, onde estão cotadas as ações das maiores empresas do país, dentre as quais as famosas ações Coca-Cola ou Boeing, e o mercado NASDAQ, acrônimo de National Association of Securities Dealers Automated Quotation System, que retrata os maiores valores tecnológicos do país, tais como as ações Microsoft, Intel, Google ou Cisco. O NASDAQ é um mercado um tanto específico, haja vista que se encontram frequentemente nele títulos de empresas tecnológicas relativamente recentes, mas com um crescimento espetacular. Entretanto, encontram-se também nele ações de empresas de setores muito distintos. Com efeito, o que atrai as empresas nesse mercado financeiro é que as regras que o regem, notadamente com relação às informações financeiras, são mais tolerantes que em outras praças financeiras.

Que se trate do mercado NYSE, do NASDAQ ou de outro mercado americano, os horários de funcionamento dessas Bolsas são os mesmos. Dessa forma, as ações americanas são cotadas diariamente entre 14:30 e 21:00 UTC. Contudo, graças a sistemas como o Electronic Communication Network, que substitui o mercado clássico, tais horários são ampliados. Em suma, pode-se dizer que é possível negociar essas ações quando quiser, mas é durante esses horários que os títulos americanos apresentarão a maior volatilidade.

Notemos, para encerrar, que os mercados financeiros americanos são controlados por um órgão oficial chamado SEC, o Securities Exchange Commission, que é o equivalente americano da Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados, a ESMA. Portanto, você pode se dirigir a esse órgão se você encontrar algum problema com uma corretora ou um dos mercados americanos que acabamos de apresentar.

 

Os índices financeiros em que se encontram as melhores ações americanas:

Se você não tem definido quais títulos financeiros americanos escolher, opte por privilegiar as ações cujas empresas integram um grande índice financeiro do país. Com efeito, tais ações gozam de maior volatilidade que as ações de outras empresas e são realmente simples de analisar, devido ao grande número de informações que você encontrará on-line acerca de suas empresas. Além disso, os analistas se interessam muito mais com tais títulos e, portanto, eles emitem frequentemente sinais e análises financeiras acerca da evolução de sua cotação.

Teremos preferência, prioritariamente, pelos índices de referência, como o Dow Jones Average, que é o índice associado ao mercado NYSE, também conhecido como simplesmente Dow Jones. Nele, encontram-se as 30 maiores empresas dos Estados Unidos. Entretanto, alguns títulos inscritos no NASDAQ também estão inscritos nele, como a ação Microsoft ou a ação Intel. O índice Dow Jones foi criado em 1896, contando originalmente com apenas 12 valores, em torno de 20 valores em 1916 e finalmente 30 em 1928. Trata-se, portanto, de um dos índices financeiros mais antigos do mundo que, ainda hoje, permanece um dos mais populares para os investidores, bem como os valores que o compõem.

Notemos que o índice Dow Jones pode se encontrar sob diversas formas como, por exemplo, o Dow Jones Transportation Average que, como o nome informa, retrata os valores especificamente oriundas do setor de transportes, ou ainda o Dow Jones Utilities Average, que apresenta os valores do setor de energia.

Outro índice financeiro de referência no qual você poderá encontrar as melhores ações americanas é o NASDAQ. Ele reúne os maiores valores cotados no mercado de mesmo nome, o Nasdaq. Entretanto, esse índice assume diversas formas como, notadamente, o NASDAQ Composite, que representa todas as empresas que compõem esse mercado financeiro, ou seja, mais de 5.000 valores ao todo, e que, portanto, não é o mais interessante para encontrar as melhores ações do país. Portanto, é recomendado acompanhar o índice NASDAQ 100, que é um índice de referência que reúne as 100 empresas americanas mais importantes do mercado Nasdaq em termos de capitalização financeira total.

Ao negociar no mercado financeiro americano por meio dos CFD, você terá geralmente acesso às ações inscritas nesses dois índices principais.