Investir em gás natural on-line

Dentre as matérias-primas que são possíveis negociar on-line por meio das plataformas das corretoras de CFD, o gás natural é particularmente interessante, embora menos popular que o petróleo. Por isso, vamos dedicar este artigo à forma de investir no gás natural on-line. Vamos, em primeiro lugar, voltar sobre o funcionamento do mercado do gás e explicar como é possível, desde já, especular na sua cotação em curto ou longo prazo.  

Negocieo gás natural on-line!
75% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

Our advice for trading gás natural

Tip number 1

As necessidades mundiais em energia, as mesmas dependendo da saúde econômica das famílias e da indústria. Os fenômenos de crescimento e de recessão industrial influem fortemente, tanto para a alta como para a baixa, sobre as cotações do gás.

Tip number 2

As cotações do petróleo também influenciam fortemente os preços do gás natural. Quanto mais sobem os preços do petróleo, mais se valoriza a cotação do gás natural. O gás natural também está em correlação com o carvão mineral, mas numa medida menor.

Tip number 3

O valor do Dólar americano frente às outras divisas principais influencia também as cotações do gás natural, pois é nesta moeda que esse ativo é cotado. Quando a cotação do Dólar cai, a tendência do preço do gás é geralmente altista.

Negocieo gás natural on-line!
75% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor.

Apresentação geral do gás natural:

O gás natural, da mesma forma que o petróleo, é uma energia dita “fóssil”, o que significa que é extraído da terra diretamente, sem transformação. O gás natural, aliás, é a terceira dessas energias fósseis mais utilizadas no mundo, logo após o petróleo e o carvão mineral. 

Os principais países produtores de gás natural são a Rússia e os Estados-Unidos, mas outros países também contam na produção mundial de gás, como Canadá, Irã ou Noruega. Também é interessante observar que os países que mais consomem gás natural são também os que o produzem. 

Os preços do gás natural estão em estreita ligação com o setor de energia em geral e convém, portanto, efetuar análises completas desse setor para entender suas perspectivas de evolução.

 

O mercado do gás natural e seu funcionamento:

O gás natural é um combustível negociado na Europa por meio de contratos de 5 a 25 anos de duração entre as empresas que o produzem e aquelas que o fornecem.Mas essa matéria-prima é também negociada no âmbito internacional, através de diversos mercados tais como o NYMEX (New-York Mercantile Exchange) e o IPE (InternationalPetroleum Exchange), o que favorece a especulação sobre seu preço.

A cotação do gás natural, portanto, é atualizada em tempo real nesses diversos mercados e sofre, tal como outras matérias-primas energéticas, a influência da especulação, mas também de outros fatores externos bem conhecidos dos quais vamos citar alguns a seguir:

  • O preço do petróleo influencia muito o preço do gás, essas duas matérias-primas sendo concorrentes diretas;
  • O valor do dólar, moeda na qual é negociado o gás natural nos mercados;
  • A produção de gás também pode flutuar e ter um impacto na sua cotação;
  • Finalmente, a demanda, claro, tem um papel relevante na determinação dos preços do gás natural.

 

Cotação do gás natural e seu histórico:

Os países se abastecem em gás natural por meio de contratos a termo, ou futuros. São contratos que têm, geralmente, uma duração de 15 a 25 anos e que são subscritos entre empresas nacionais, fornecedoras históricas, e empresas de países produtores. Na França, depois da liberalização do setor de energias em 2007, os dados inerentes ao gás natural se aproximam daqueles dos mercados americanos. 

Nos Estados-Unidos, o gás natural é cotado no mercado NYMEX (New-York Mercantile Exchange) e na Europa, sua cotação ocorre no mercado inglês do NBP (National Balancing Point) incluso, por sua vez, no mercado IPE (International Petroleum Exchange).

Historicamente, o preço do gás natural sofreu sua maior queda em 2005, por causa da situação do mercado petroleiro à época, o petróleo tendo uma forte influência sobre as outras energias. Mas depois de 2008, os preços do gás natural voltaram a subir de repente em mais de 40% do seu valor, acompanhando o aumento de preço do petróleo e a depreciação do Dólar.

 

Como investir facilmente em gás natural?

Hoje em dia, para investir em gás natural, basta dispor de um computador conectado na Internet. Com efeito, todas as plataformas de negociação on-line, quer sejam os brokers CFD, oferecem a possibilidade de negociar as matérias-primas energéticas como petróleo e gás sem precisar que você se desloque ou passe por algum intermediário bancário.

Assim sendo, com os CFD, você pode tomar posição na compra ou na venda sobre a cotação do gás natural e fechar sua posição assim que a cotação tiver evoluído o suficiente no sentido desejado a fim de lucrar com a diferença entre os valores.

Nessas plataformas de negociação on-line, você também encontrará ferramentas de análise e sinais de trading pertinentes, ideais para os traders iniciantes.

 

Diferenças entre o gás natural e o gás natural liquefeito:

Encontra-se atualmente dois tipos de gás natural no mercado, a saber, o gás natural e o gás natural liquefeito.

O gás natural provém dos combustíveis fósseis e é composto de matérias orgânicas em decomposição que são aprisionadas no solo há várias centenas de milhões de anos. Assim sendo, as reservas de gás natural se encontram geralmente numa grande profundidade e na proximidade de outros hidrocarbonetos, como o petróleo e o carvão. Evidentemente, uma vez extraído, o gás natural é transformado em combustível limpo por meio de um tratamento adequado e pode ser utilizado direta ou indiretamente para a elaboração de outros produtos. Ele é usado, notadamente, para o aquecimento, o cozimento de alimentos, mas também na área de transporte ou de produção de energia elétrica.

O gás natural liquefeito, por sua vez, é um gás natural que foi transformado do estado gasoso para o estado líquido a fim de transportá-lo e estocá-lo mais facilmente. De fato, as jazidas de gás natural são frequentemente afastadas da maior parte dos consumidores e seu transporte em estado gasoso é arriscado e custoso. Dessa forma, ao resfriá-lo, é possível transformá-lo em gás natural liquefeito, o que permite reduzir significativamente seu volume e reduzir assim os custos de transporte e estocagem. O gás natural liquefeito apresenta a particularidade de não ter cheiro e tampouco é tóxico, o que limita também os problemas em caso de vazamento ou sua capacidade de promover incêndio. Tais propriedades se constituem como solução ideal para a estocagem de grandes quantidades de gás natural.

Finalmente, o gás natural e o gás natural liquefeito são a mesma coisa e apenas o estado do gás é que é diferente.

 

Quais são os principais usos do gás natural pelas pessoas e pela indústria?

Saber como é utilizado o gás natural o ajudará também a entender melhor quais são as alavancas que vão fazer crescer ou diminuir a demanda mundial e, portanto, quais são as perspectivas de alta ou de queda da cotação desse ativo.

O gás natural, antes de tudo, é usado pelas pessoas para suas necessidades de aquecimento, haja vista que essa energia é ao mesmo tempo mais econômica e ecológica do que a energia elétrica. Além disso, a manutenção das caldeiras a gás é menos custosa e elas raramente apresentam problemas de funcionamento. Uma moradia equipada com um sistema de aquecimento a gás só apresenta vantagens para o morador, o que explica que haja cada vez mais lares equipados com gás natural.

No que se refere aos usos do gás natural pela indústria, nota-se que a maior parte do gás natural produzido é destinado às centrais elétricas térmicas que utilizam o gás para produzir eletricidade. O gás natural é queimado para produzir grandes quantidades de calor que vão acionar uma turbina que alimenta o gerador. A produção de energia elétrica a partir do gás natural é considerada como limpa e mais barata que outros sistemas de produção, como as centrais nucleares.

 

Por que é interessante investir na cotação do gás natural?

Passemos agora para as vantagens do investimento sobre a cotação do gás natural. Com efeito, alguns analistas especializados no mercado de energias dizem: O gás natural é uma energia do futuro, o que deixa a pensar que sua cotação tem muitas chances de prosseguir em alta nos anos que estão por vir.

Isso se deve ao fato de que essa energia fóssil é hoje a menos poluente do mercado, o que é uma vantagem inegável quando o mundo todo está numa dinâmica de transição energética, haja vista as problemáticas ambientais. Com efeito, o gás natural produz até duas vezes menos CO2 que outros combustíveis fósseis e é disponível em grandes quantidades no subsolo, e ainda com muitas probabilidades de descobrir novas jazidas.

Por outro lado, estamos indo para um desenvolvimento importante do gás renovável e do hidrogênio. Isto é, notadamente, o biometano, que é obtido a partir da fermentação de matérias orgânicas e que apresenta as mesmas caraterísticas que o gás natural. Encontram-se também projetos interessantes concernentes ao power-to-gas que consiste em transformar a energia elétrica excedentária produzida por soluções renováveis, como a energia eólica ou solar em hidrogênio ou metano sintético que poderá assim ser estocado e utilizado mais tarde.

Comece a investir em gás natural:

Para investir na Bolsa de Valores na cotação do gás natural, é possível utilizar os CFD. Esses contratos on line lhe permitem negociar tanto na alta como na queda do preço do gás natural.

Negocieo gás natural on-line!
75% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor.
Classificação: 4.04 45 votos