Bolsa de Madrid: índice financeiro Ibex 35

Dentre os grandes índices financeiros europeus que podem ser negociados on-line por meio de uma plataforma de trading, é preciso conhecer o Ibex 35 que permite obter bons lucros em curto ou longo prazo. Portanto, conheça detalhadamente sua composição, e veja algumas explicações quanto à evolução histórica da sua cotação.  

66% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

 

A Bolsa de Valores de Madrid em algumas palavras:

A Bolsa de Valores de Madrid é uma das quatro principais Bolsas de Valores da Espanha com as Bolsas de Barcelona, Bilbao e Valencia. As quatro fazem parte do Borsas y Mercados Españoles.

Encontram-se, na Bolsa de Madrid, as cotações das maiores empresas espanholas, dentre as quais algumas muito populares na Europa, e mesmo no Brasil, como Santander, Iberdrola ou Telefônica.

 

O índice principal da Bolsa de Valores de Madrid:

Como a maior parte das grandes Bolsas de Valores europeias, a cotação da Bolsa de Madrid  integra o cálculo de um grande índice financeiro. Trata-se no caso do índice Ibex 35, que reúne as capitalizações financeiras das 35 empresas espanholas de maior cotação.

Assim sendo, entende-se a importância dessa Bolsa de Valores no âmbito do trading on-line.

 

Apresentação geral do mercado financeiro Ibex 35:

O mercado Ibex 35 é um mercado financeiro da praça de Madri que reúne, sob o índice de mesmo nome, as 35 maiores empresas espanholas, da mesma forma que o CAC 40 as 40 maiores empresas francesas.

Vejam bem que entende‑se como “maiores empresas” as empresas objetos do maior volume de transações no mercado financeiro de Madri.

O Ibex 35 foi criado em 1992, retratando o desempenho geral da economia espanhola. Para tanto, ele leva em consideração o desempenho individual das maiores capitalizações financeiras do país. Nele, encontram‑se as maiores empresas da indústria espanhola como a empresa BBVA ou o Grupo Santander no setor bancário, Iberdrola no setor de energia ou ainda a Telefónica no setor de telecomunicações.

Pode‑se dizer com certeza que o mercado financeiro do Ibex 35 é um forte indicador da saúde financeira das empresas espanholas. Naturalmente, a composição desse índice financeiro não é fixa. Ela é revisada a cada 6 meses por um comitê científico composto de peritos, o grupo Bolsas y mercados espanholes, encarregado dessa revisão bianual.

 

Alguns dados históricos acerca do mercado Ibex 35:

Na ocasião de sua primeira cotação, o Ibex 35 valia 3.000 pontos. Depois, no decorrer dos anos 2000, o índice teve forte alta conseguindo ultrapassar a marca simbólica de 12.000 pontos.

Posteriormente, esse índice financeiro, muito apreciado pelos investidores, sofreu um período de crise por causa da explosão da bolha da Internet, o setor de telecomunicações sendo fortemente representado na sua composição.

No entanto, o Ibex 35 retomou rapidamente o atraso para alcançar sua marca mais alta, com 15.000 pontos. Recuou finalmente em torno dos 10.000 pontos, notadamente por causa da crise imobiliária que atingiu os Estados‑Unidos em 2008, crise que contribuiu à queda da cotação de diversos valores compondo esse índice.

 

Negociar no mercado Ibex 35 com os CFD:

Tal como qualquer índice financeiro nacional, o Ibex 35 é um ativo muito interessante de negociar por meio dos CFD.

Haja vista que esse índice retrata a saúde econômica e financeira da Espanha, todos os dados macroeconômicos oriundos desse país deverão ser levados em conta na implementação de suas estratégias de trading.

Levar‑se‑ão também em consideração todas as declarações dos dirigentes do país, bem como no plano internacional, sobretudo europeu, declarações essas que têm frequentemente um forte efeito de anúncio e influenciam muito as cotações.

Finalmente, um elemento primordial para qualquer análise do mercado Ibex 35 concerne às taxas de juros obrigatórias que se destacam na atualidade desde o início da crise da dívida. Essas últimas podem servir de índice de confiança para os investidores do mercado financeiro e, portanto, promover consequências sobre o Ibex 35.

 

Composição detalhada do índice IBEX 35 da Bolsa de Valores de Madri:

Para se aprofundar mais ainda, lhe propomos de descobrir agora mais detalhadamente as empresas que entram na composição do índice financeiro espanhol IBEX 35. Segue, portanto, a lista das empresas cotadas nesse índice da Bolsa de Madri, de acordo com seu peso no índice e o setor de atividade em que atuam.

  • Telefonica, no setor de telecomunicações;
  • Grupo Santander, no setor bancário;
  • BBVA, no setor bancário;
  • Iberdrola, no setor de eletricidade e gás;
  • Repsol YPF, no setor da indústria petrolífera;
  • Inditex, no setor da indústria têxtil;
  • Banco Popular, no setor bancário;
  • Gas Natural, no setor de eletricidade e gás;
  • Grupo ACS, no setor da construção;
  • Union Fenosa, no setor de eletricidade e gás;
  • Abertis, no setor das auto-estradas e estacionamento;
  • Acciona, no setor da construção;
  • Gamesa, no setor das energias renováveis;
  • Banco Sabadell, no setor bancário;
  • Red Electrica, no setor de eletricidade e gás;
  • Caixa, no setor bancário;
  • Ferrovial, no setor da construção;
  • Grifols, no setor da indústria farmacêutica;
  • Enagas, no setor de eletricidade e gás;
  • Iberdrola Renovables, no setor das energias renováveis;
  • Acerinox, no setor da metalurgia;
  • FCC, no setor da construção;
  • Bankinter, no setor bancário;
  • Mapfre, no setor de seguros;
  • Indra, no setor da informática e da eletrônica de defesa;
  • Tecnicas Reunidas, no setor da engenharia pesada;
  • Cintra, no setor das auto-estradas e estacionamento;
  • Sacyr Vallehermoso, no setor da construção;
  • BME, no setor de serviços financeiros;
  • Endesa, no setor de eletricidade e gás;
  • Obrascnon Huarte Lain, no setor da construção;
  • Abengoa, no setor da engenharia;
  • Iberia, no setor das companhias aéreas;
  • Banesto, no setor bancário;
  • Telecinco, no setor de serviços de telecomunicações;

 

Elementos que influem sobre a volatilidade do índice IBEX 35:

Para antecipar a volatilidade dos movimentos observados na cotação do índice IBEX 35, você pode identificar determinados fatores muito influentes dos quais elencamos alguns a seguir:

  • Em primeiro lugar, o momento da abertura das sessões das principais bolsas européias é, evidentemente, um momento de forte volatilidade do índice financeiro espanhol;
  • Da mesma forma, todas as publicações econômicas mais importantes acerca da economia e do mercado espanhol terão uma influência sobre a volatilidade desse ativo;
  • Observar-se-ão também as coletivas de imprensa organizadas pelo Banco Central Europeu, notadamente qualquer mudança na política monetária desse BCE, como a evolução da taxa de juros;
  • Finalmente, como para qualquer índice financeiro, poder-se-á avaliar a volatilidade futura do índice IBEX 35 pela observação dos resultados das maiores empresas que o compõem.

A simples análise desses poucos indicadores fundamentalistas associada a uma análise técnica da cotação do índice lhe permitirão certamente tomar posições pertinentes sobre esse valor mobiliário.

 

Mais algumas informações úteis acerca do índice financeiro da Bolsa de Valores de Madri:

Encerrando, seguem algumas informações complementares acerca do índice financeiro IBEX 35 que o(a) ajudarão a negociá-lo ou negociar os valores que o compõem.

Em primeiro lugar, notar-se-á que a cotação do índice IBEX 35 teve um forte crescimento desde sua primeira cotação em 1992, notadamente comparando com outros índices europeus.

Notemos também os horários de abertura da Bolsa de Valores de Madri, que serão aqueles que deverá seguir se quiser aproveitar-se de uma volatilidade interessante desse ativo. Assim sendo, note que essa praça financeira é aberta de segunda a sexta-feira de 9:00 às 17:30 sem interrupção.

No que diz respeito à composição do índice IBEX 35 que detalhamos acima, ela pode mudar, haja vista que ela é revisada duas vezes ao ano, a saber, em junho e dezembro. Para entrar na composição do índice, uma empresa deve atender certos critérios precisos. As 35 empresas que compõem o índice são geralmente as que realizaram os maiores volumes de transações no semestre anterior.

Lembremos também que o índice financeiro IBEX 35 apresenta uma ponderação pela capitalização financeira. Assim sendo, as empresas tendo as maiores capitalizações financeiras totais terão mais peso no índice.

 

Classificação: 4.30 37 votos

Negocie o Ibex 35 com os CFD:

Os CFD, ou Contratos por Diferença, permitem especular com facilidade sobre a cotação dos índices financeiros tais como o Ibex 35. Assim sendo, é possível obter bons lucros apostando na alta ou na baixa da cotação desse ativo.

Invista agora mesmo!
66% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.