O índice Eurostoxx 50

O Euro Stoxx 50 é um dos índices europeus mais importantes, e também mais populares, junto aos investidores. Se estiver interessado em negociá-lo por meio do Forex, veja nossas informações sobre o cálculo da sua cotação, seu histórico e sua composição. Dessa forma, você estará com todas as informações úteis em mãos para poder especular sobre esse ativo muito procurado.  

Negocie o Eurostoxx 50 sem mais demora!
O índice Eurostoxx 50
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

Classificação: 3.80 20 votos

 

Informações importantes acerca do índice financeiro EuroStoxx 50:

Para complementar seus conhecimentos acerca do índice financeiro Euro Stoxx 50, seguem algumas informações complementares, resumidas em poucas linhas, com determinados elementos-chaves:

  • O índice financeiro Euro Stoxx 50 é definido pela associação do Index Provider americano com as praças financeiras de Frankfurt e Zurique via o Dow Jones Euro Stoxx;
  • O Euro Stoxx 50 depende da praça de cotação da zona Euro, exclusivamente, e não da União Europeia como um todo;
  • A primeira cotação desse índice financeiro ocorreu em 31 de dezembro de 1991 na base de 1000 pontos;
  • O mais alto histórico alcançado pelo Euro Stoxx 50 foi de 5.464,43 pontos no fechamento do dia 6 de março de 2000;
  • O seu mais baixo histórico foi atingido no dia 5 de outubro de 1992, ou seja, menos de um ano após sua primeira cotação, com 920,65 pontos no fechamento da sessão;
  • A frequência de difusão da cotação do Euro Stoxx 50 é de aproximadamente 15 segundos;
  • O índice Euro Stoxx 50 é cotado diariamente das 9 horas às 17h30;
  • O cálculo da cotação do índice Euro Stoxx 50 é realizado pela ponderação das empresas que o compõem através de suas capitalizações financeiras. Isto significa que as empresas que apresentam as maiores capitalizações possuem um peso maior que as que apresentam uma capitalização menor. Por outro lado, o cálculo dessa cotação não leva em conta os dividendos gerados pelos títulos financeiros;
  • A instituição responsável pela publicação e a cotação do Euro Stoxx 50 é o Conselho consultivo, atualmente composto de 9 membros;
  • A composição do índice Euro Stoxx 50 abrange cinquenta valores distintos de empresas que pertencem a países membros da zona Euro e selecionadas em função de sua capitalização financeira total, seu volume de transações, bem como seu setor de atividade. Esse índice também considera uma ponderação relativamente precisa por país e setor de atividade, no intuito de corresponder da melhor forma à realidade da estrutura econômica da zona Euro;
  • Os outros índices associados ao Euro Stoxx 50 são o Dow Jones Euro Stoxx, que é o índice amplo da zona Euro composto por 300 valores, o Dow Jones Stoxx e o Dow Jones Stoxx 50 que são, respectivamente, o índice amplo e o índice restrito correspondendo aos valores dos 17 países da Europa Ocidental. Trata-se de índices setoriais;
  • A distribuição geográfica dos valores que compõem o índice Euro Stoxx 50 é a seguinte: 34% são valores franceses, 23,82% são valores alemães, 13,12% são valores espanhóis, 12,46% são valores holandeses, 11,98% são valores italianos, 3,72% são valores belgas e 0,91% são valores irlandeses.

 

Como é calculada a cotação do índice Euro Stoxx 50?

Primeiramente, vamos entender como é calculada a cotação do índice Euro Stoxx 50 para poder determinar suas futuras evoluções. O Euro Stoxx 50 reúne 50 empresas cotadas em Bolsa de Valores da Zona Euro. A seleção dessas empresas é realizada uma vez ao ano, no mês de Agosto, atendendo certos critérios muito precisos.

Com efeito, a escolha dessas empresas é efetuada dentro do ranking das 600 maiores capitalizações financeiras da Zona Euro.  O sistema permitindo calcular o índice Euro Stoxx 50 é complicado demais para ser abordado de maneira simples no âmbito desse artigo. No entanto, saiba que ele considera principalmente o lugar ocupado nesse ranking por cada empresa que o compõem.

Portanto, são as variações registradas nessa classificação que influenciam diretamente a cotação desse índice.

 

Histórico do Euro Stoxx 50:

É muito recentemente, no dia 26 de Outubro de 2009, que o índice financeiro Euro Stoxx 50 foi cotado pela primeira vez. Sua cotação de abertura foi de 2.895,76 pontos e fechou em 2.834,82.

Historicamente, o nível mais baixo atingido por esse índice foi de 1.937,92 pontos em 2011 e o fechamento mais baixo, também em 2011, foi de 1.995,01.

Por sua vez, o nível histórico mais alto ficou em 3.076,28 em 2011, e o fechamento mais alto, também em 2011, foi em 3.068,00.

 

Composição do índice financeiro Euro Stoxx 50:

Como o vimos acima, o índice Euro Stoxx 50 é composto por 50 empresas cotadas em Bolsa na Zona Euro. Dentre elas se encontram:

  • 19 empresas francesas (Air Liquide, Airbus, AXA, BNP, Carrefour, Danone, Essilor, GDF, Suez, Société Générale, L’Oréal, LVMH, Orange, Saint Gobain, Sanofi, Schneider, Total, Uniball, Vinci, Vivendi).
  • 14 empresas alemãs (Allianz, BASF, Bayer, BMW, Daimler, Deutsche Bank, Deutsche Post, Deutsche Telekom, E.ON, Munich Re, RWE, Sap AG, Siemens AG, Volkswagen)
  • 6 empresas espanholas (Banco Bilbao, Banco Santander, Iberdrola, Inditex, Repsol YPF, Telefônica).
  • 5 empresas italianas (Assicurazioni Generali, ENEL, Eni, Intesa SanPaolo, Unicredit).
  • 4 empresas holandesas (ASML, ING Group, Philips, Unilever).
  • 1 empresa belga (Anheuser-Busch Inbev).
  • 1 empresa finlandesa (Nokia).

Atente pelo fato de que esta classificação é a de 2014, mas não é fixa.

 

Composição detalhada do índice Eurostoxx 50:

Para poder antecipar melhor as variações da cotação do índice Eurostoxx 50, veja a seguir o detalhamento das empresas que o compõem e o peso de cada uma nesse índice financeiro:

  • Total com 6,25%
  • Sanofi-Aventis com 4,70%
  • Banco Santander com 4,42%
  • Bayer com 4,18%
  • Siemens AG com 4,06%
  • BASF com 3,91%
  • Daimler AG com 3,35%
  • Anheuser Busch Inbeycom 3,17%
  • Banco Bilbao Vizcaya Argentina com 2,72%
  • Allianz com 2,71%
  • BNP Paribas com 2,64%
  • SAP AG com 2,64%
  • ENI com 2,60%
  • Telefonica com 2,49%
  • Unilever com 2,49%
  • Schneider Electric com 2%
  • ING Group com 1,98%
  • LVMH com 1,90%
  • Deutsche Telekom com 1,89%
  • AXA com 1,81%
  • Nokia com 1,76%
  • Unicrédit com 1,74%
  • Deutsche Bank com 1,71%
  • Air Liquide com 1,65%
  • Intesa Sanpaolo com 1,61%
  • Société Générale com 1,59%
  • Danone com 1,54%
  • GDF Suez com 1,53%
  • L’Oréal com 1,50%
  • Iberdrola com 1,47%
  • Bayerische Motoren Werke com 1,45%
  • E.ON com 1,45%
  • Vinci com 1,44%
  • Airbus Group com 1,42%
  • ENEL com1,38%
  • Volkswagen com 1,38%
  • ASML com 1,30%
  • Munich Re com 1,27%
  • Deutsche Post com 1,21%
  • Vivendi com 1,18%
  • Inditex com 1,16%
  • Orange com 1,12%
  • Assicurazioni Generali com 1,07%
  • Philips com 1,05%
  • UnibailRodamco com 0,99%
  • Saint-Gobain com 0,97%
  • Essilor com 0,83%
  • Carrefour com 0,83%
  • Repsol YPF com 0,80%
  • RWE com 0,74%

Por país, o índice Eurostoxx 50 se compõe de:

  • 36,80% de empresas francesas;
  • 28,41% de empresas alemãs;
  • 13,73% de empresas espanholas;
  • 10,93% de empresas italianas;
  • 6,32% de empresas holandesas;
  • 2,07% de empresas belgas; e
  • 1,74% de empresas finlandesas.

 

Análise técnica histórica da cotação do índice Euro Stoxx 50:

A análise técnica é certamente o método a ser privilegiado se você cogita implementar uma estratégia de investimento sobre a cotação do Euro Stoxx 50. Para ajudá-lo(a) a entender como esse índice financeiro se comporta no tempo, segue um resumo da análise técnica desses últimos dez anos e os principais movimentos que foram observados.

O período começa com o pico altista alcançado no final do ano de 2007, com o nível de 4.446 pontos. Mas, a essa forte alta se seguiu imediatamente uma queda provocada pela crise econômica que, aliás, atingiu também a maior parte dos outros valores. Em março de 2008, a cotação teve uma primeira queda até os 3.500 pontos, seguida de uma leve retomada com 3.800 pontos em maio do mesmo ano. Mas a tendência baixista retomou força, sempre com uma forte volatilidade, e a cotação caiu até atingir 1.817 pontos em março de 2009, o que foi o recorde baixista dessa década. Felizmente, a quebra do limiar psicológico dos 2.000 pontos alavancou muitas posições estratégicas de compra sobre o título, o que favoreceu uma retomada progressiva da cotação. Em vários momentos, este tentará ultrapassar a resistência dos 3.000 pontos, uma vez em janeiro de 2010, mais uma vez em abril do mesmo ano e depois em fevereiro e maio de 2011, sem sucesso.

O mês de junho de 2011 se destaca com uma nova tendência baixista e a cotação do índice cai novamente até setembro de 2011 chegando a 2.026 pontos. Em março de 2012, o valor retoma alguns pontos e alcança a marca dos 2.600 pontos, seguindo-se nova queda rumo aos 2.068 pontos em junho de 2012.

É a partir daquele momento que começou de fato uma verdadeira tendência de fundo altista no contexto da retomada econômica da zona Euro. Logo no fim do ano de 2013, o índice consegue finalmente ultrapassar a resistência dos 3.000 pontos e alcança a marca de 3.300 pontos em junho de 2014. Ocorre então nova tendência baixista pontual que lhe custará alguns pontos, chegando aos 2.991 pontos em outubro de 2014. Apesar dessa correção, o título retoma uma progressão altista e dispara até os 3.816 pontos em abril de 2015, após uma movimentação muito volátil. Essa alta súbita foi saudada por uma tomada de lucros importante que fez cair novamente a cotação para os 3.088 pontos em outubro de 2015 e depois para 2.750 pontos em fevereiro de 2016, após uma tentativa de retomada em novembro de 2015 que flertou com os 3.500 pontos.

Ao longo de todo o ano de 2016, a cotação do Euro Stoxx 50 ficou hesitando quanto à direção a tomar e evoluiu com altos e baixos numa faixa entre os 2.750 e 3.150 pontos, passando acima e abaixo da marca de 3.000 pontos que parece ser um ponto de pivô estratégico. Mas o começo do ano de 2017 foi o início de uma nova tendência de fundo altista que parece relativamente estável e sólida. Ela permitiu a cotação atingir a marca de 3.660 pontos em maio de 2017, seguindo para os 3.690 pontos em novembro do mesmo ano.

Ao que parece, essa alta tem fortes chances de perdurar até se aproximar da marca psicológica de 4.000 pontos. No entanto, se for assim, o cenário mais provável seria uma nova queda frente a essa resistência maior e às tomadas de lucro por parte dos investidores, considerando uma necessária prudência num contexto de crescimento econômico ainda incerto da zona Euro.

 

As melhores estratégias para negociar sobre a cotação do índice Euro Stoxx 50:

Como a maior parte dos demais índices financeiros, o Euro Stoxx 50 permite implementar diversos tipos de estratégias de trading por meio dos CFD oferecidos pelas plataformas de trading on-line.

Dentre as possibilidades que se apresentam a você, lembraremos o Scalping de índices, o Day trading, ou ainda Swing trading ou trading em longo prazo. Seguem algumas explicações acerca dessas estratégias, dentre as mais populares nos investidores em índices financeiros.

  • O Day trading: Esta estratégia de investimento se adapta muito bem à negociação dos índices por meio dos CFD. Como o nome indica, consiste em negociar o ativo em um só dia. Para essa prática, o investidor deve abrir e fechar suas posições no decorrer do dia e que todas suas posições sejam encerradas no fechamento da sessão. Por outro lado, o Euro Stoxx 50 sendo um ativo muito volátil, as diferenças de cotação são bastante interessantes em curto prazo;
  • O Scalping de índices: Essa estratégia, que requer um pouco mais de conhecimentos técnicos que a anterior, corresponde a um método de investimento em muito curto prazo. As posições sobre o Euro Stoxx 50 serão abertas e fechadas em alguns minutos, ou até em menos de um minuto. O Scalping requer uma concentração máxima e deve ser implementado em períodos de forte volatilidade. Se você não se sente preparado(a) para aplicá-lo sozinho(a), os robôs de trading podem ajudá-lo(a);
  • O Swing trading, ou trading em longo prazo: Esse método de longo prazo se adapta muito bem ao trading do índice Euro Stoxx 50 por meio dos CFD. Com efeito, essa estratégia tem a vantagem, entre outras, de não precisar uma atenção constante por parte do investidor. No entanto, é fortemente recomendado utilizar uma alavancagem muito reduzida, ou até nenhuma, pois poderia, caso contrário, incorrer em riscos importantes. De fato, se a alavancagem permite aumentar seus ganhos, ela pode também, em longo prazo, aumentar sensivelmente suas perdas. Para melhor gerenciar os riscos, é recomendado escolher cuidadosamente as ordens ‘stop’ e ‘limit’ que você aplicará em suas posições a fim de encerrá-las no momento mais oportuno.

Como negociar o Eurostoxx 50:

Talvez não o saiba, mas é possível negociar o Euro Stoxx 50 a partir da maioria das plataformas de trading que oferecem instrumentos sobre os índices financeiros com ferramentas práticas e úteis.

Negocie o Eurostoxx 50 sem mais demora!*
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.