Evolução do preço e do valor do algodão

O algodão é uma matéria-prima agrícola bastante procurada e, nesse sentido, é possível aproveitar a volatilidade do seu preço para gerar benefícios ao negociá-lo on-line. Contudo, é necessário para isso saber realizar uma análise correta do seu valor atentando a todos os fatores externos e aos dados técnicos que permitem entender as movimentações passadas, e as que estão por vir.  

78% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

 

Apresentação geral do algodão:

O algodão é uma matéria-prima vegetal utilizada, principalmente, na indústria têxtil para a fabricação de tecido. Embora sua utilização tenha caído de 71% para 40% desde 1950, o algodão permanece uma matéria-prima privilegiada dessa indústria. 

Em termos de produção, vários países se dividem essa tarefa. Em primeiro lugar vem a China, seguida dos Estados-Unidos, Índia e Paquistão. São, no total, 30 milhões de toneladas de algodão que são produzidas anualmente. No entanto, a China participa por um quarto dessa produção e permanece líder mundial desse mercado. Esse país, forçosamente, tem um papel preponderante na cotação dos preços do algodão como matéria-prima.

 

Cotação do algodão e seu histórico:

Como todas as matérias-primas, o algodão é negociado por meio de contratos a termo, ou futuros, e por opções. Ele é cotado, principalmente, no mercado NYBOT (New-York Board of Trade), nos Estados-Unidos. No entanto, é preciso atentar para a maneira com a qual são estabelecidos os preços do algodão. O preço desse produto não depende somente da oferta e da demanda, pois o mercado americano inclui as subvenções do governo para esse setor específico de produção agrícola.

 

Uma análise pertinente da cotação do algodão ao vivo:

É por esse motivo que os valores pagos aos produtores de algodão estadunidenses são frequentemente maiores que aqueles pagos aos produtores internacionais. Contudo, o governo americano decidiu reduzir o montante dessas ajudas já em 2013.

A escolha dos gráficos que você vai utilizar para realizar uma análise técnica da cotação do algodão ao vivo depende da maneira com que deseja negociá-lo, e mais precisamente da duração do seu investimento. Você escolherá os gráficos históricos para o longo prazo e os candlesticks em minutos para o curto prazo.

Não deixe de utilizar as diversas ferramentas de ajuda para a análise técnica que, geralmente, são propostas gratuitamente pelas plataformas de trading. Pode-se tratar de sinais, ou indicadores precisos, como os níveis de suporte e resistência técnica.

 

Evolução do preço do algodão:

Em 2011, o mercado do algodão quase entrou num período de penúria após vários anos de preços baixos e uma queda das áreas cultivadas. Assim sendo, a colheita daquele ano foi a mais fraca em 7 anos devido às condições meteorológicas. A China, notadamente, foi obrigada a importar grandes quantidades e, apesar de uma queda do nível dos estoques mundiais, a demanda global caiu nitidamente por causa da crise econômica. Dessa feita, a cotação do algodão disparou no NYLEX, chegando à marca de USD 2,00 por libra-peso em 2011, ou seja, uma alta de 100% em 5 meses.

Assim sendo, a demanda diminuiu ainda mais e os estoques se reconstituíram rapidamente, o que permitiu a normalização das cotações em torno de USD 0,80 por libra‑peso entre 2012 e 2014, preço que baixou ainda mais em 2015, com 60 centavos de dólar por libra‑peso.

 

Análise fundamentalista do algodão ao vivo:

A cotação do algodão é também influenciada por fatores ditos “fundamentalistas” que podem inverter uma tendência ou provocar um disparo da mesma. A análise fundamentalista levará em conta tanto os eventos climáticos que pesam sobre a produção, como a saúde econômica da indústria de transformação do algodão.

 

A oferta e a demanda por algodão no mundo:

Interessemo-nos aos dois fatores que mais influenciam a cotação do algodão, a saber, a oferta e a demanda mundial.

  • A oferta: Emana de regiões apresentando um clima específico, alternando períodos de seca e umidade. Separe-se geralmente a fibra do algodão das sementes. Assim sendo, a fibra é utilizada para fiação e a indústria têxtil e as sementes para produzir óleo e proteínas para os animais. A Índia é atualmente o maior produtor de algodão do mundo com uma produção de 6,6 milhões de toneladas (Mt), logo adiante da China com 6,5 Mt por ano. Em terceiro lugar encontram-se os Estados-Unidos com uma produção de 3,5 Mt de algodão p. a., seguidos pelo Paquistão, Brasil e Turquia. Contudo, os Estados-Unidos permanecem o maior exportador de algodão no mundo, haja vista que sua agricultura é fortemente subvencionada, o que permite uma produção muito superior à demanda nacional.
  • A demanda: Constata-se uma forte queda do uso do algodão pela indústria têxtil faz algumas décadas, sobretudo a partir dos anos 50, por causa do surgimento das fibras sintéticas. No entanto, a demanda permanece estável devido ao aumento populacional que compensa essa evolução tecnológica. Os principais consumidores de algodão são os países desenvolvidos nos quais a indústria têxtil é muito presente, como a China, que também é o primeiro importador no mundo, a Índia, o Paquistão ou a Turquia.

 

Indicadores a serem acompanhados para negociar algodão:

São poucas as matérias-primas agrícolas que reúnem tantos indicadores pertinentes quanto o algodão. Se você se decidir a investir nessa matéria-prima, você precisará levar em consideração os seguintes fatores: 

  • A demanda da indústria têxtil mundial.
  • O aparecimento e a popularidade de novos materiais têxteis (é preciso, para tanto, acompanhar as tendências da moda e os principais desfiles).
  • As condições climáticas que podem atingir os países produtores.
  • Com relação aos maiores consumidores que também são produtores, como a China, convém acompanhar a relação entre importações e exportações.
  • A qualidade das colheitas, no que diz respeito à qualidade das fibras, também é um indicador importante.
  • Enfim, para negociar o algodão oriundo da agricultura norte-americana, convém levar em conta as ajudas governamentais e, portanto, os preços específicos daquela produção.

 

Classificação: 4.21 52 votos

Como investir e negociar sobre a cotação do algodão?

Os CFD, ou contratos sobre diferença, são certamente os instrumentos financeiros mais adaptados à negociação do algodão ao vivo. Com efeito, você poderá especular ao mesmo tempo na alta ou na queda dessa matéria-prima diretamente on-line, bem como outras matérias-primas e outros diversos ativos.

Negocie sobre a cotação do algodão!
78% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.