Cotação EUR/USD e análise da taxa de juros

Se você se interessa pelo mercado de câmbio e que, por pouco que seja, tenha estudado o mercado Forex e seu funcionamento, você sabe certamente que a cotação dos pares de divisas, tais como EUR/USD, é frequentemente influenciada pelo que chamamos de taxa de juros das divisas. Por isso, essas taxas, determinadas pelos bancos centrais, são estudadas pelos investidores antes de tomarem suas posições. Seguem, portanto, algumas recomendações para analisar a cotação do cross EUR/UDS em função dessas taxas.  

Negocie o EUR/USD on line!
Cotação EUR/USD e análise da taxa de juros
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

Classificação: 3.89 35 votos

 

Quem são as instituições que determinam as taxas do par EUR/USD?

Os bancos centrais são as instituições que estabelecem e atualizam as taxas de juros das divisas. Para o Euro é o BCE, o Banco Central Europeu, que é encarregado dos ajustes da taxa da moeda, enquanto é o FED, a Reserva Federal, que tem esse papel para o Dólar americano.

Essas taxas de juros são publicadas no calendário econômico semanalmente.

 

Por que as taxas de juros influenciam a cotação do par EUR/USD?

As taxas de juros de uma divisa representam um ganho potencial a mais para um investidor que possui essa divisa no intuito de revendê-la. Assim sendo, quanto mais alta a taxa de juros de uma moeda, mais essa moeda pode atrair os investidores que enxergam nela uma oportunidade de lucro maior.

É portanto essencial acompanhar a publicação dessas taxas de juros e sua evolução no tempo a fim de analisar a cotação do cross EUR/USD e saber de que forma é preferível negociá-lo, ou seja, em que sentido é mais provável que a tendência evolua.

 

Como realizar uma boa análise fundamentalista da cotação do cross EUR/USD?

Para obter êxito nas suas tomadas de posição sobre a cotação do EUR/USD, é evidente que você deve utilizar ao mesmo tempo a análise técnica e uma análise fundamentalista de qualidade. No que se refere à análise fundamentalista, lhe propomos de descobrir aqui algumas recomendações que certamente lhe serão muito úteis.

Com efeito, o cross de divisas EUR/USD faz parte das taxas de câmbio mais seguidas dentre os inúmeros pares de moedas do Forex, o que se explica pelo fato de que esse cross de moedas relaciona as duas maiores economias do mundo que são a economia da zona Euro e a dos Estados‑Unidos. Muito mais do que um simples indicador de taxa de câmbio de uma moeda frente à outra, o cross EUR/USD é também um excelente indicador da saúde econômica dessas duas zonas geográficas e, inversamente, o valor do EUR/USD também impacta sobremaneira o crescimento das duas zonas.

Também, é preciso entender que os principais atores que especulam no mercado de câmbio e, portanto, na cotação do EUR/USD, são as empresas que usam comprar divisas estrangeiras com a melhor taxa possível a fim de financiar suas transações internacionais. Por exemplo, as empresas europeias que devem comprar produtos nos EUA compram dólares quando a cotação é interessante a fim de reduzirem seus custos. Funciona da mesma forma em sentido oposto, já que essas empresas realizam a venda de divisas, sempre no Forex, no intuito de recuperar os lucros de suas filiais baseadas no exterior, ou os pagamentos oriundos de clientes internacionais. Para terem certeza de aproveitar a taxa de câmbio mais atrativa e assim economizar ou obter lucros interessantes, essas grandes empresas apelam para os serviços de especialistas, intermediários financeiros que mais frequentemente são bancos, que efetuam tais operações no Forex para elas. Para tanto, tais intermediários contratam analistas especializados no mercado de câmbio que são capazes de antecipar da melhor forma a evolução das taxas de câmbio das moedas entre si. Dessa forma, eles podem aconselhar seus clientes e reduzir o nível de risco que representa esse tipo de operações. Vai sem dizer que você, enquanto investidor individual, dispõe da mesma capacidade de análise que os bancos, a partir do momento em que você conhece os fatores fundamentais que mais influenciam o EUR/USD e dos quais vamos lhe apresentar os mais importantes.

Em primeiro lugar, você deve conservar um olho atento às condições geopolíticas que concernem a essas duas divisas que são o Euro e o Dólar. Sabe‑se, notadamente, que quando a situação entre Estados‑Unidos e a zona Euro, ou outro lugar do mundo, é tensa e instável, é mais frequentemente o Euro que padece. Foi notadamente o caso recentemente, na ocasião da crise que afetou a Ucrânia e que levou o Rublo, a moeda russa, a cair, mas também provocou uma queda do Euro frente ao Dólar americano.

O segundo elemento a levar em conta prioritariamente ao fazer suas análises fundamentalistas da cotação do cross EUR/USD se refere à política monetária dos grandes bancos centrais. Lembremos aqui que se trata do BCE (Banco Central Europeu) para o Euro, e o FED (Reserva Federal Americana) para o Dólar. Com efeito, esses grandes bancos centrais têm o poder de implementar políticas monetárias específicas para estimular o crescimento econômico do seu país ou grupo de países ou enfrentar uma crise econômica. Para realizar isso, eles dispõem de uma arma muito potente: as taxas de juros. Com efeito, uma queda dessa taxa terá como consequência condições de empréstimos facilitadas, o que leva, logicamente, a uma queda da cotação da divisa em questão. Se você já se interessou pelo histórico do EUR/USD, você deve lembrar os efeitos do programa de aliviamento quantitativo do Ben Bernanke do FED que levou a uma alta do euro frente ao dólar, o cross tendo alcançado a marca de 1.500 pips, ou seja, o sinal de extrema fraqueza do dólar americano. Em 2015, assistiu‑se ao fenômeno inverso quando o Mario Draghi, então presidente do Banco central europeu, anunciou uma onda de compras de obrigações de vários bilhões de euros cada mês, o que levou a uma queda do euro, o cross EUR/USD caindo até a marca de 1.000 pips, ou seja, uma paridade quase perfeita entre as duas moedas.

Devido a esses efeitos geopolíticos sobre a cotação do EUR/USD, você pode antecipar facilmente as evoluções futuras desse cross ao estudar, notadamente, os relatórios dos analistas financeiros ou baseando‑se no consenso dos mesmos. Evidentemente, você encontrará todas essas informações junto a sua corretora.

 

Como realizar uma boa análise técnica da cotação do EUR/USD?

Agora que você sabe como realizar uma análise fundamentalista coerente da cotação do EUR/USD, você deve aprender a desenvolver uma análise técnica de qualidade. Com efeito, se o contexto geopolítico e econômico influi evidentemente sobre esse cross de moedas, o fenômeno inverso também se verifica. Assim sendo, uma divisa fraca terá como efeito direto de favorecer as exportações de um país para outro, mas limitará as importações e o consumo interno. Uma divisa forte, por sua vez, favorecerá o poder aquisitivo no país e as importações, enquanto as exportações serão menos competitivas e interessantes. Contudo, não é uma obrigação necessária entrar em tais detalhes de análise de mercado para antecipar as variações do EUR/USD, já que os gráficos financeiros lhe ajudarão a visualizar mais nitidamente as possibilidades.

Para utilizar da melhor forma a análise técnica sobre a cotação do EUR/USD, é recomendado, antes de tudo, aprender a detectar as tendências já iniciadas com as movimentações de compra ou de venda. Para tal, você terá o cuidado de muito bem escolher seu horizonte de análise, que pode ser de curto prazo, para ordens de alguns minutos, ou em prazo mais longo, já que você pode analisar essas tendências em períodos de vários anos.

Quanto mais você usará indicadores técnicos simultaneamente, mais terá chances de fazer previsões de qualidade no que se refere às futuras variações do EUR/USD. Esse cross de divisas gozando de fortíssima volatilidade, as possibilidades de investimento são numerosas, mas também, às vezes, arriscadas. É por esse motivo que você deve, em qualquer caso, comparar os resultados obtidos pela análise técnica com os sinais trazidos da análise fundamentalista.

 

Qual estratégia adotar para negociar o cross EUR/USD?

Agora que você conhece as melhores técnicas de análise da cotação do EUR/USD, você deve se questionar sobre qual estratégia implementar para negociar esse par de moedas. Em outras palavras, você gostaria de conhecer as vantagens do trading de longo prazo, bem como daquele de curto prazo sobre esse cross.

Lembremos, num primeiro momento, que o cross EUR/USD apresenta uma volatilidade muito forte que pode ser interessante para os traders mais experientes, mas que, também, apresenta um nível de risco relativamente elevado. E isso, ainda mais nas estratégias de curto prazo. As instituições profissionais, como os hedge funds, que especulam na cotação do EUR/USD, o fazem mais frequentemente em maiores unidades de tempo, utilizando minimamente, portanto, os gráficos semanais ou diários. Essa técnica lhes permite evitar os efeitos negativos da volatilidade que pode complicar as coisas em negociações de curto ou médio prazo. O trading de longo prazo deve ser privilegiado se você quiser reduzir o nível de risco e aproveitar as tendências de fundo geralmente bem estabelecidas que esse par de divisas oferece. A vantagem nesse tipo de trading é que se baseia essencialmente na análise técnica, ainda que se deva conservar um olho nas atualidades econômicas suscetíveis de influenciar esse cross. Contudo, essa estratégia apresenta o inconveniente de requerer um capital de investimento importante com ordens ‘stop’ distantes da cotação inicial a fim de evitar um fechamento de suas posições provocado por micro movimentos.

Quanto ao trading em mais curto prazo, é também possível considerá‑lo, mas em tal caso, você não deve se basear nas tendências de fundo e sim nos micro movimentos. Para tanto, não deixe de fechar muito depressa suas posições, sem necessariamente alcançar seu objetivo inicial, a fim de se proteger dos micro movimentos do mercado e da volatilidade muito forte que pode a qualquer momento lhe dar prejuízo. Aqui, você fundamentará sua análise principalmente nos pontos de pivô ou nos suportes e resistências técnicos que, geralmente, são pontos interessantes de entrada no mercado. As declarações dos bancos centrais também podem se revelar interessantes como ponto de partida de suas posições, desde que os gráficos sugiram uma tendência de mesmo sentido. A estratégia do scalping também é um método de investimento válido na cotação do EUR/USD.

Negocie o EUR/USD on line!

O cross de divisa EUR/USD é certamente o par de moedas ideal para investir on line no mercado de câmbio. Comece hoje mesmo a especular nesse cross, quer na alta, quer na baixa, implementando suas análises e suas estratégias.

Negocie o EUR/USD on line!*
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.