O calendário econômico

O calendário econômico é certamente um dos maiores aliados dos investidores de Forex por permitir a identificação dos melhores indicadores para muitas divisas. Vejamos como funciona esse calendário econômico e como utilizá-lo para efetuar investimentos rentáveis sobre as moedas.  

Comece a negociar on-line
O calendário econômico
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.
Classificação: 4.08 25 votos

 

O calendário econômico: O que é?

O calendário econômico é, de certa forma, uma agenda na qual são consignados todos os eventos econômicos importantes, mas também alguns eventos políticos que podem afetar a cotação das divisas.

Evidentemente, graças a esse calendário econômico, sabe-se antecipadamente das datas dos próximos eventos influentes, o que permite prever os efeitos do anúncio e, portanto, antecipar as acelerações ou as reversões de tendência.

Portanto, é muito aconselhável acompanhar de perto esse calendário a fim de detectar as melhores oportunidades que estão por vir.

 

Como interpretar o calendário econômico?

Quase todos os calendários econômicos que você encontrará on-line são apresentados na forma de um quadro. Os dados são classificados nele por data e ordem cronológica. Ele comporta geralmente várias colunas, dentre as quais: 

  • O nome do evento esperado.
  • A hora desse evento.
  • O nível de importância do evento (apenas em certos calendários).
  • O valor do evento.
  • O valor anterior.
  • O consenso (ou, o valor esperado).

Alguns calendários econômicos até chegam a indicar o ativo impactado pelo anúncio.

A interpretação do calendário econômico é que tem toda sua importância. Por isso, você deve principalmente atentar para a diferença entre o valor de um evento e seu valor anterior, apoiando-se no consenso. É a diferença entre o consenso e o valor real que determinará o sentido da evolução do ativo.

 

Os indicadores incontornáveis do calendário econômico:

Evidentemente, todos os dados contidos no calendário econômico não vão lhe interessar. É preciso, portanto, caso o calendário que você for usar não o mencione, saber identificar o ativo que será impactado pela notícia e a intensidade desse impacto.

 

Para o trading com CFD, atar‑se‑á principalmente aos indicadores seguintes:

  • As taxas de juros: São fixadas pelos grandes bancos centrais após as reuniões tratando de política monetária e influenciam deveras os pares de moedas. No entanto, a maior parte do tempo, essas taxas não variam;
  • O PIB: É também um indicador incontornável na medida em que ele representa, de modo geral, a totalidade das riquezas produzidas por um país ou um grupo de países anualmente. Uma forte evolução desse valor ocasiona geralmente movimentos significativos;
  • O índice de preço ao consumidor: Também conhecido como IPC, ele permite avaliar o nível da inflação num país ou uma zona geográfica baseando‑se nos salários, a população ativa e o desemprego;
  • As vendas no varejo: Esse índice permite, da mesma forma que o IPC, avaliar o nível de poder aquisitivo num país e, portanto, a inflação. Ele serve principalmente para prever os futuros movimentos de outros indicadores;
  • Os dados sobre emprego e desemprego: Muito procuradas pelos investidores, essas estatísticas refletem bastante fielmente o nível de crescimento de um país e podem, portanto, servir de sinal para uma eventual modificação da política monetária do mesmo.

Evidentemente, em função do par de divisas que você segue, outros indicadores podem ter sua importância. Sabe‑se, por exemplo, que certas divisas são influenciadas pelas evoluções e os estoques de matérias‑primas.

Por outro lado, é essencial nunca utilizar os indicadores do calendário econômico sozinhos, mas cruzá‑los com informações da análise fundamentalista.

 

Os outros dados fundamentalistas que não se encontram no calendário econômico:

Embora o calendário econômico seja uma fonte de informações muito interessante para investir nos mercados financeiros e manter‑se informado dos eventos que mais influenciam a cotação dos ativos, é possível encontrar informações fundamentalistas em outras mídias do que esse calendário.

Assim sendo, notadamente, se você for negociar ações na Bolsa, é interessante, e até pertinente, consultar alguns dados específicos associados às publicações econômicas da empresa que emite os títulos. Entre outros dados, as informações sobre resultados, lucros ou volume de negócios são indispensáveis.

Pode também assinar um feed de notícias sobre os ativos que você tem costume de acompanhar, canal que lhe permitirá o acesso diário a informações em primeira mão oriundas dos mercados financeiros.

Saiba também que, nas plataformas de trading, atualidades sobre os mercados são publicadas ao longo do tempo e acessíveis gratuitamente pelos investidores cadastrados.

Utilizar uma calendário de mercado para negociar on-line:

Como dissemos acima, a maior parte dos brokers oferecem semanalmente agendas de mercado em que você encontrará os eventos mais influentes do mercado financeiro. Cadastre-se em uma dessas corretoras e acompanhe o mercado com essa agenda para suas negociações.

Comece a negociar on-line*
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.