Bandas de Bollinger

Os métodos de análise que permitem estudar a volatilidade de um mercado são muito úteis para a elaboração de estratégias de negociação eficazes. Um dos métodos mais confiáveis nessa área é certamente o das Bandas de Bollinger.  

Bandas de Bollinger
66% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

 

Apresentação das Bandas de Bollinger:

As Bandas de Bollinger são uma forma de indicador criado por John Bollinger que serve para analisar o nível de volatilidade da cotação de um ativo. Para tanto, as Bandas de Bollinger comparam essa volatilidade com o nível dos preços em um determinado período.

Na realidade, as Bandas de Bollinger se apresentam na forma de 3 faixas distintas: 

  • A faixa superior representa a média móvel simples mais ‘x’ vezes o desvio padrão.
  • A faixa do meio indica a média móvel simples.
  • A faixa inferior corresponde à média móvel simples menos ‘x’ vezes o desvio padrão.

De forma geral, as cotações do ativo evoluem supostamente na faixa do meio, ou seja, entre as faixas superior e inferior. Pode-se dizer, portanto, que as Bandas de Bollinger se ajustam em função da volatilidade do mercado.

Com efeito, quando essa volatilidade é baixa, o desvio padrão também é baixo e as Bandas de Bollinger são mais próximas uma das outra. No inverso, quando a volatilidade é alta, as Bandas tendem a se afastar.

 

Como utilizar as Bandas de Bollinger para a negociação?

Conviemos, antes de tudo, que as Bandas de Bollinger servem para apreciar o nível de volatilidade que afeta a cotação de um ativo em um dado período. Mas podem também ser utilizadas para identificar outras informações úteis, tais como, pelas principais: 

  • A força da tendência: Se observa quando a cotação do ativo cruza as Bandas de Bollinger. Quando as cotações cruzam a faixa superior, a tendência é fortemente altista. Ao contrário, quando cruzam a faixa inferior, é um forte sinal de tendência baixista.
  • Os limites de suporte e resistência: Quando o mercado não mostra uma tendência especificamente forte, as Bandas de Bollinger podem servir para informar sobre os níveis de suporte e resistência, já que as cotações do ativo oscilam entre as faixas superior e inferior.
  • Uma queda da volatilidade: A aproximação das faixas superior e inferior representa uma queda do nível de volatilidade da cotação do ativo. Sabe-se, justamente, que esses períodos de baixa volatilidade anunciam frequentemente uma subida repentina dos preços.
  • O sentido da tendência: Os desenhos gráficos com fundos duplos ou com duplos topos permitem antecipar uma reversão de tendência. Em outras palavras, quando um fundo duplo se forma na banda superior, com um fundo nesta banda e outro logo abaixo, considera-se um sinal baixista. No inverso, quando se formam dois topos sucessivos, um na banda inferior, outro logo acima da mesma, é um bom sinal altista.

A utilização do indicador que expressa e compara o desvio entre as duas bandas de Bollinger (superior e inferior) também é interessante. Quando esse último tende a aumentar, indica que o desvio entre as faixas extremas, em comparação com a média móvel simples, aumenta. Significa, portanto, que a volatilidade está aumentando, ou seja, que a cotação do ativo está em uma tendência precisa e que está um bom momento para tomar posição. Quando o desvio entre as faixas diminui, a tendência passa e a volatilidade é mais baixa.

 

Classificação: 4.21 43 votos

Comece a negociar on-line
66% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.