Análise fundamentalista de ações

Se você for iniciante no universo da Bolsa de Valores, esse artigo vai lhe proporcionar alguns conhecimentos necessários para realizar uma boa análise dos ativos sobre os quais você planeja investir. Com efeito, antes mesmo de adquirir ações, é preciso efetuar algumas análises referentes à situação da empresa que as emite. E nesse momento que a análise fundamentalista se faz necessária, pois permite conhecer o valor, o desempenho e a saúde financeira de uma empresa e, portanto, avaliar sua rentabilidade.  

Análise fundamentalista de ações
75% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

 

Dados a levar em conta na análise fundamentalista:

Para obter os valores quantitativos de uma empresa, é preciso utilizar a análise financeira e contábil e estudar, ao mesmo tempo, os valores presentes e passados. O estudo de mercado, por sua vez, se relaciona com a análise técnica, pois utiliza a flutuação dos indicadores de base, tais como volume e preço, a fim de determinar o sentimento do mercado.

Mas a análise fundamentalista também leva em conta a análise financeira da empresa cotada na Bolsa de Valores. Por isso, estudaremos o valor da ação e trataremos de saber se a mesma está sendo subavaliada ou superavaliada.

 

Análise fundamentalista versus análise técnica:

Por mais que a análise fundamentalista dos títulos de uma empresa seja indispensável para qualquer investidor em Bolsa de Valores, ela não basta para elaborar uma estratégia eficaz no longo prazo. Com efeito, esse tipo de análise vem complementar a análise técnica e convém comparar, sistematicamente, os resultados desses dois estudos para determinar, de maneira mais segura, as probabilidades de evolução das cotações de um ativo.

Em outras palavras, a análise fundamentalista nada mais é que uma ferramenta a ser utilizada conjuntamente com qualquer outro indicador pertinente. No entanto, ela oferece também uma possibilidade a mais que a análise técnica por permitir antever a reação do mercado em função dos diferentes dados estudados. Para tanto, deverá apelar para o seu senso de lógica, mas também deverá comparar a situação atual com uma situação semelhante passada, ou referente a outra empresa do mesmo setor de atividade.

Se identificar um caso específico que, no passado, provocou uma forte reação por parte dos investidores e, portanto, influenciado a cotação a subir ou baixar, é muito provável que a reação seja novamente a mesma. Desta forma, você entende que a análise fundamentalista exige um bom conhecimento dos antecedentes da empresa na Bolsa de Valores e, portanto, é mais fácil de ser aplicada em empresas mais antigas, as mais recentes disponibilizando poucos dados históricos.

 

Como efetuar uma análise fundamentalista pertinente de uma ação na Bolsa de Valores?

Como já entendeu, a análise fundamentalista é um método indispensável para avaliar uma possibilidade de alta ou de queda da cotação de um título financeiro, como uma ação na Bolsa de Valores. Assim sendo, se você considerar tomar posição sobre uma ação, você deve atentar para os diversos indicadores fundamentalistas básicos, bem como os indicadores fundamentalistas da atualidade. Veja a seguir quais elementos você deve acompanhar.

No que se refere à análise fundamentalista do valor atual de uma empresa, utilizar-se-ão os seguintes indicadores:

  • Os indicadores financeiros que permitem determinar o valor, a sobre avaliação ou a subavaliação da empresa e do seu título financeiro e que utilizam parâmetros financeiros distintos. Tais indicadores permitem determinar se a cotação da ação é superior ao valor real estimado ou inferior ao mesmo e, assim sendo, o(a) ajudarão a determinar em qual sentido, de compra ou de venda, é mais pertinente para tomar posição;
  • As forças e as fragilidades da empresa: Ao realizar uma comparação dos pontos fortes e fracos de uma empresa, você vai estar em condições de determinar o interesse que a mesma representa aos olhos dos investidores. Uma empresa cujas forças são superiores às fragilidades, seja em peso, seja em número, terá mais chances de crescimento e de se tornar ainda mais rentável nos anos que estão por vir;
  • Uma análise das oportunidades e das ameaças: O ambiente econômico e financeiro em que evolui uma empresa também tem importância, dado que ele permite determinar as oportunidades das quais a empresa poderá usufruir para aumentar seu desenvolvimento ou as ameaças que podem afetar sua rentabilidade;
  • Os planos estratégicos implementados pela empresa: A maior parte das empresas listadas na Bolsa de Valores comunicam facilmente sobre suas estratégias e seus objetivos anuais, às vezes sobre vários anos. Este é um indicador privilegiado que permite verificar a capacidade de a empresa cumprir ou não com as próprias metas.

Concernente ao futuro da empresa, e além da análise de sua situação atual, levar-se-á em conta outras atualidades suscetíveis de terem uma influência notável sobre a evolução da cotação de sua ação na Bolsa de Valores. Por exemplo:

  • Os dados oriundos da concorrência e do seu setor de atividade em geral, notadamente a evolução das quotas de mercado dos diversos protagonistas, a força da demanda ou ainda as publicações e comunicações importantes por parte de determinados adversários comerciais;
  • Os eventos climáticos, políticos ou regulamentares podendo incidir sobre a produção de uma empresa ou suas vendas, determinando assim sua rentabilidade futura;
  • As operações financeiras que permitem a expansão das atividades da empresa, como as operações de compra ou de fusão, a criação de empresas conjuntas (joint-ventures) ou ainda as parcerias implementadas mundo afora;
  • As diversas inovações e novos produtos ou serviços oferecidos pela empresa que podem lhe permitir alcançar novos nichos de mercado, uma faixa de clientes maior ou desenvolver-se em novos segmentos, a fim de se proteger mais eficientemente do risco ligado à atuação em um só e único setor;
  • A dependência da empresa com relação aos seus fornecedores ou ao preço das matérias primas de que necessita no âmbito de suas atividades comerciais, ou ainda a taxa de câmbio de sua moeda nacional frente às divisas com as quais ela paga seus fornecedores ou vende seus produtos e serviços de exportação.

Você poderá encontrar em nosso site todas essas informações detalhadas para cada grande empresa inscrita na Bolsa, a fim de facilitar mais suas pesquisas e tornar essa análise fundamentalista mais eficiente.

 

Classificação: 3.83 59 votos

Como realizar facilmente uma análise fundamentalista?

Para implementar uma estratégia de investimento completa graças a uma análise fundamentalista de boa qualidade, recomenda se negociar numa plataforma de trading reconhecida, oferecendo um calendário econômico confiável e atualidades em tempo real sobre o conjunto dos ativos dos diversos mercados financeiros.

Comece a negociar on-line
75% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.