Comprar ações do Adidas com os CFD

Existe empresas multinacionais que não precisa mais apresentar, tais como as grandes marcas de roupas ou sapatos,empresas essas que geram altos volumes de negócios que, logicamente, interessam os investidores. É o caso do grupo Adidas, cujas ações são muito apreciadas, tanto pelos investidores individuais como pelos profissionais da finança.  

75% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

Nossas recomendações para negociar sobre Adidas

Comprar ações do Adidas com os CFD

Em primeiro lugar, no que diz respeito às oportunidades podendo reforçar a ação Adidas, notaremos os seguintes pontos:

  • Sabe-se também que o grupo Adidas tende a desenvolver-se em novos mercados no mundo. Tal estratégia deveria trazer frutos em breve, haja vista que os mercados dos países desenvolvidos são atualmente alvos de uma forte concorrência;
  • Da mesma forma, a Adidas faz seu possível para incrementar sua carteira de produtos. Assim sendo, a empresa busca diferenciar-se dos seus concorrentes, atendendo novas demandas e alcançando um leque mais amplo de nichos de mercado;
  • Finalmente, o grupo Adidas considera investir mais em pesquisa e desenvolvimento.
  • Primeiramente vem a concorrência que a Adidas deve enfrentar, apesar de sua ótima reputação mundial. Obviamente, observar-se-á a evolução das quotas de mercado do seu principal concorrente, Nike, atualmente líder desse setor de atividade;
  • O aumento dos poderes de negociação dos terceirizados do grupo Adidas é também uma ameaça real sobre a rentabilidade do grupo em longo prazo. Lembremos, de fato, que a empresa terceiriza a quase totalidade de sua produção;
  • Enfim, o grupo Adidas poderia sofrer das consequências de certas regulamentações nacionais, notadamente quanto à parte dos produtos fabricados na China e, mais geralmente, na Ásia.
Serviço de CFD. 75% perdem dinheiro

 

Acerca do grupo Adidas:

Embora não seja realmente necessário apresentar o grupo Adidas, dada a sua popularidade mundial, seguem algumas informações interessantes acerca de sua atividade. Claro, Adidas é um dos maiores criadores, fabricantes e comerciantes de artigos e equipamentos esportivos do mundo, mas sua atividade se divide em diversos setores distintos.

Em primeiro lugar, encontramos os sapatos, depois as roupas e, finalmente, com pequeno percentual, os equipamentos para o esporte.

O volume de negócios de Adidas é principalmente arrecadado na Europa e na América do Norte.

 

Os principais concorrentes da Adidas:

O grupo alemão Adidas é sem dúvida um dos maiores nomes mundiais do setor de calçados esportivos, rivalizando com poucos concorrentes sérios no âmbito internacional. No entanto, ao olhar pela diversidade de suas atividades, ele tem de lidar com algumas empresas que buscam lhe tomar espaço no mercado. É por esse motivo que, antes mesmo de começar a negociar a ação Adidas, é preciso conhecer melhor seus concorrentes. Esse entendimento lhe permitirá, de fato, verificar a posição da Adidas nesse mercado e antecipar futuras movimentações da cotação devido a atualidade e os resultados dessas empresas. Segue, portanto, a lista dos principais concorrentes da Adidas no mundo:

  • A Nike, o gigante americano, encalçando a Adidas, notadamente no setor do calçado esportivo;
  • A empresa Bata, pela distribuição de sapatos;
  • A Liberty
  • O grupo Puma, oriundo da divisão da empresa da qual a Adidas é originária;
  • A Fila, que permanece um dos líderes do mercado apesar de uma perda de notoriedade.

 

Os principais parceiros da Adidas:

O grupo Adidas implementou também várias parcerias estratégicas no decorrer dos últimos anos que vamos detalhar aqui.

O grupo formou recentemente com a Samsung um empreendimento conjunto no intuito de desenvolver a aplicação Micoach, um sistema de treinamento com programas de formação personalizados tendo o objetivo de concorrer com o Nike+.

Para remediar uma penúria de camisas para a Seleção francesa, a Nike, que veste oficialmente o time dos “Bleus”, decidiu associar-se com a Adidas em 2014.

O gigante alemão de equipamentos desportivos Adidas fechou um acordo com a Wanda, o conglomerado controlado por Wang Jianlin, o homem mais rico da China, para patrocinar eventos esportivos, promover o futebol e o basquete, e abrir lojas da marca nos shopping centers de Wanda.

 

Análise da cotação da ação Adidas:

Hoje, aação Adidas écotada no mercado alemão Xetra e, naturalmente, integra o cálculo do índice DAX 30. Como mostram todos os gráficos financeiros históricos, a cotação desse ativo, bem como os resultados do grupo, não parou de aumentar ao longo dos últimos anos.

 

Dados financeiros importantes acerca da ação Adidas:

A análise técnica histórica da cotação da ação Adidas e as atividades detalhadas dessa empresa são elementos indispensáveis para compreender como negociar esse título e podem ser úteis para implementar uma estratégia eficaz. Mas é também importante conhecer o posicionamento da ação Adidas no mercado financeiro em geral. Para tanto, seguem alguns dados genéricos, mas essenciais, que você deve imperativamente conhecer:

  • Em 2017, a capitalizaçãofinanceira total daempresa Adidas alcança 39.842,65 milhões de euros;
  • O número de títulos emitidos pela empresa Adidas que continuam circulando no mercado é da ordem de 201.489.000;
  • A cotação da ação Adidas é atualmente inscrita no mercado Prime Standard da Deutsche Boerse AG na Alemanha;
  • A empresa Adidas faztambém parte da composição do índice financeiro nacional alemão DAX 30.
  • O painel de acionista da empresa Adidas compreende, com 87%,as partes de investidores institucionais, 8% são outros investidores, dentre os quais individuais, 4% das partes estão em autocontrole e 1% das partes são possuídas por dirigentes e administradores da empresa.

O conjunto desses dados é suscetível de evoluir com o tempo e sempre deverá ser verificado.

 

Histórico econômico e financeiro da empresa Adidas:

O fundador da Adidas, Adolf Dassler, começou a fabricar calçados esportivos na década 1920. Com seu irmão, fundara a empresa Schuhfabrik Gebrueder Dassler.

  • Em 1936, por ocasião dos jogos olímpicos de Berlim, o americano Jesse Owens obteve quatro medalhas de ouro calçando alpargatas da marca;
  • Durante a Segunda guerra mundial, os irmãos Dassler foram mobilizados e deixaram sua empresa aos cuidados das esposas. A marca abasteceu principalmente o exército nazista. Em seguida, Adolf denunciou seu irmão às tropas aliadas como fazendo parte da SS. A empresa foi então liquidada e dividida em duas;
  • A Adidas AG foi criada em 1949 por Adolf usando as primeiras letras dos seus nome e sobrenome para a marca. Por sua vez, seu irmão criou a marca Puma;
  • Em 1973, o filho de Adolf criou a marca Arena para natação e em seguida tomou o controle do concorrente francês do grupo, Le Coq Sportif;
  • A empresa foi vendida para Bernard Tapie em 1990 devido a dificuldades financeiras;
  • Em 1993, a empresa foi novamente vendida para Robert Louis Dreyfus;
  • Em 1998, a Adidas foi introduzida na Bolsa de Valores e compra o grupo Salomon antes de revendê-lo;
  • Em 2005, o grupo Adidas compra a Reebok e capitaliza mais de 10 bilhões de euros na Bolsa de Valores, logo após a Nike;
  • Em 2017, a Adidas vende as marcas TaylorMade, Adam Golf e Ashworth por 425 milhões de dólares.

 

Vantagens e pontos fortes da ação Adidas enquanto ativo financeiro:

Para implementar uma estratégia apoiada numa alta em longo prazo da cotação da ação Adidas, você deve, por óbvio, conhecer as potencialidades das quais essa empresa dispõe para assegurar-se lucros crescentes no futuro e, dessa forma, atrair novos investidores. É o que lhe propomos de descobrir a seguir, com uma recapitulação dos pontos fortes desse grupo empresarial e, consequentemente, do seu título financeiro.

Em primeiro lugar, lembremos que a marca Adidas é bastante antiga. Foi lançada em 1949 e alcançou rapidamente um grande sucesso. Essa longa experiência faz da marca Adidas uma marca emblemática, ancorada na memória popular como sendo principalmente uma marca jovem e dinâmica.

O grupo Adidas pode contar também com uma carteira muito diversificada de produtos para alavancar suas vendas. Com efeito, a empresa Adidas oferece uma ampla linha de calçados esportivos, mas também acessórios que ela comercializa conjuntamente sob a marca Adidas para sua linha Premium e sob a marca Reebok como segunda linha.

Os investidores e acionistas que se interessam por esse título apreciam também a situação financeira ao mesmo tempo sólida e estável dessa empresa. Graças a sua rede de mais de 4.000 lojas distribuídas pelo mundo e com resultados anuais sempre satisfatórios, a Adidas pode se gabar de uma posição financeira que os analistas consideram excelente.

Como acabamos de salientar, o grupo Adidas dispõe de uma ampla rede de lojas em diversos países do mundo. Mas o grupo também conta com suas lojas on-line e inúmeros revendedores para aumentar cada vez mais seu lucro. Globalmente, o grupo conseguiu criar uma rede de distribuição complexa, mas extremamente eficaz para escoar sua produção através de diversos canais.

Grande parte da estratégia de marketing do grupo Adidas é baseada no patrocínio. Com efeito, a marca sempre buscou patrocinar pessoas famosas ou organizações esportivas prestigiosas, como a NBA, e é muito bem representada na ocasião dos grandes eventos esportivos mundiais, como os Jogos Olímpicos. Com essa comunicação eficiente, a Adidas consegue alcançar um vasto número de consumidores e reforçar sua imagem junto ao grande público.

Finalmente, como o vimos acima, a Adidas conta com várias parcerias e alianças com outras empresas, mas também em áreas mais específicas, como o desenvolvimento sustentável. Assim sendo, o grupo se aproximou da Organização Mundial do Trabalho, o que lhe deu uma vantagem inegável frente aos seus concorrentes ao criar uma empresa responsável.

 

Inconvenientes e fragilidades da ação Adidas enquanto ativo financeiro:

Acabamos de ver que o grupo Adidas dispõe de muitas vantagens que podem fazer com que seu título evolua positivamente no futuro. Mas como é de se imaginar, essas forças não são os únicos elementos a serem levados em consideração e você deve também conhecer os pontos fracos dessa empresa que vamos elencar detalhadamente a seguir.

Em primeiro lugar, lembremos que os produtos vendidos sob a marca Adidas são relativamente caros. Com efeito, a Adidas aposta primeiramente em produtos de qualidade e utiliza tecnologias inovadoras. Dessa feita, e também por causa de um modo de produção relativamente custoso, o grupo não consegue se posicionar junto a certos nichos de mercado, como os países emergentes ou em desenvolvimento, bem como certa faixa de clientela.

A produção de calçados e acessórios esportivos do grupo Adidas também são externalizados em mais de 93%. Com efeito, o grupo terceiriza sua produção com empresas situadas principalmente na Ásia, a fim de reduzir seus custos de produção e aproveitar-se de recursos mais disponíveis. Mas essa decisão de terceirizar a maior parte de sua produção acarreta uma forte dependência do grupo com relação a esses terceirizados. Por outro lado, a qualidade dos produtos fabricados no exterior padece de um olhar cada vez mais crítico por parte dos consumidores dos países desenvolvidos, o que poderia prejudicar a empresa no longo prazo.

Enfim, e mesmo se o grupo Adidas apresenta uma carteira de produtos variada, ele só possui duas marcas, Adidas e Reebok, o que representa um limite de sua oferta e, portanto, de suas vendas, ao passo que alguns dos seus concorrentes diretos possuem maior diversidade de marcas.

 

Classificação: 3.98 51 votos

Especular on-line sobre a ação Adidas:

Se você deseja investir no mercado financeiro on line especulando sobre a cotação da ação Adidas, basta cadastrar se junto a uma corretora e começar a pôr em prática sua análise técnica para elaborar suas estratégias.

Invista já na Adidas!
75% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.