Comprar ações do Sanofi Aventis

A indústria farmacêutica e seus grandes grupos são frequentemente solicitados pelos investidores em Bolsa de Valores que desejam adquirir títulos rentáveis para compor suas carteiras de investimentos. Nesse sentido, a ação do grupo Sanofi Aventis é sem dúvida um ativo muito interessante que permite realizar boas operações financeiras. Descubra, neste artigo, algumas recomendações e uma análise da sua cotação.  

Negocie a ação Sanofi Aventis agora!
Comprar ações do Sanofi Aventis
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.

Classificação: 4.08 26 votos

 

Acerca do grupo Sanofi Aventis:

O grupo Sanofi Aventis é líder da indústria farmacêutica no mercado europeu. Sua atividade alcança diversos setores de atividade vinculados à farmacêutica, como a produção de produtos farmacêuticos e genéricos, mas também a produção de vacinas para humanos e ainda produtos veterinários.

Graças a mais de 110 centros de produção espalhados pelo mundo, esse grupo fornece tanto a Europa como os Estados-Unidos, e o resto do mundo.

 

Os principais concorrentes de Sanofi:

Há alguns anos, o grupo Sanofi é um dos líderes em pesquisa e produção farmacêutica no mundo. Ele é especialmente líder no mercado de vacinas e nos mercados emergentes, e registra um aumento significativo dos seus negócios no setor de diabetes. Mas, apesar dessa relativa estabilidade financeira, ele enfrenta uma forte concorrência de grandes nomes desse setor. No entanto, um estudo completo e convincente da ação Sanofi requer imperativamente um bom conhecimento de sua concorrência direta e uma comparaçãocom os resultados de diferentes empresas do segmento. Eis a lista dos principais concorrentes da Sanofi no mercado internacional:

  • Pfizer é a atual líder desse setor no mudo;
  • Novartis é a segunda na classificação;
  • Merck & Co se posiciona em terceiro lugar;
  • Em seguida aparecem GSK;
  • Roche;
  • AstraZeneca;
  • Abbott.

Essa classificação está em constante evolução, visto que as diferenças de volume de negócios entre essas diversas empresas são muito pequenas.

 

Os principais parceiros da Sanofi:

Há muitos anos, a Sanofi vinculou parcerias estratégicas com várias empresas que operam em atividades ligadas ou não à sua. Seguem as principais alianças do grupo Sanofi e seus parceiros.

  • A Sanofi é especialmente parceira da Coca-Cola com quem decidiu, em 2012, criar uma bebida benéfica à saúde;
  •  Em 2013, a Sanofi igualmente se ligou à GDF-Suez num projeto comum visando reduzir o consumo de energia no mundo;
  • Finalmente, em 2015, o grupo Sanofi anunciou uma parceria com Google no sentido de somar suas competências e seu know-how a serviço da luta contra a diabetes através de uma detecção mais fácil da taxa de glicose.

 

Análise da cotação da ação Sanofi Aventis:

As evoluções da cotação da ação Sanofi Aventis se devem às inovações e as controvérsias que afetam o setor da produção de medicamentos ou de vacinas. Portanto, é muito fácil obter informações sobre as probabilidades de alta ou de queda desta cotação.

Também é aconselhável acompanhar de perto a atividade financeira do grupo.

 

Dados financeiros importantes acerca da ação Sanofi:

Para entender todos os desafios que afetam a ação Sanofi no mercado financeiro, lhe propomos de descobrir alguns dados gerais acerca desse título e seu posicionamento na Bolsa de Valores.

  • Em 2017, a capitalização financeira total da empresa Sanofi era de 106.436,80 milhões de euros;
  • No mesmo período, o número total de títulos emitidos pela empresa Sanofi e circulando no mercado era de 1.292.022.324;
  • A cotação da ação Sanofi é atualmente inscrita no compartimento A do mercado Euronext Paris, na França;
  • O grupo Sanofi integra a composição do índice nacional francês CAC 40;
  • A carteira acionista da Sanofi compõe-se de 82,34% de ativos flutuantes, 9,15% das partes são da L’Oréal, 4,94% das partes da Black Rock, 1,55% em autocontrole e 1,43% das partes é dos funcionários.

 

Histórico econômico e financeiro da empresa Sanofi:

  • Em 2004, a Sanofi compra o grupo Aventis e se torna o terceiro grupo mundial do setor farmacêutico;
  • Em 2008, a Sanofi participa da colocação no mercado dos primeiros remédios genéricos. O mesmo ano, o grupo muda de diretor e assume o Christopher Viehbacher;
  • Em 2009, a Sanofi se torna número 11 mundial da indústria farmacêutica genérica após a compra da empresa tcheca Zentiva;
  • Em 2010, o grupo compra o laboratório americano Genzyme pelo montante de 18,5 bilhões de dólares;
  • Em 2015, a AstraZeneca revende o Caprelsa, um medicamento para uma forma rara de câncer, para a Sanofi pelo valor de 300 milhões de dólares e a Sanofi firma uma parceria com a Regeneron sobre o câncer por um valor de 2 bilhões de dólares. O mesmo ano, a Sanofi estuda vender a Mérial contra uma divisão de medicamentos sem prescrição da Behringer e um sinal de 4,7 bilhões de dólares. Ainda no mesmo ano, a Sanofi coloca no mercado uma vacina contra a dengue no Brasil, o Dengvaxia, vacina já autorizada no México e nas Filipinas;
  • Ainda em 2015, o grupo colabora com o Google Life Science para melhorar os resultados clínicos contra a diabetes. Uma empresa conjunta será criada pelas duas empresas em 2016 e a Sanofi vai se empenhar no controle em tempo real da glicemia graças aos novos dispositivos trabalhados pela empresa Google;
  • Em 2016, o grupo Sanofi anuncia a compra da Medivation, uma empresa americana especializada em tratamento do câncer por um montante de 9,3 bilhões de dólares. Oferta finalmente rejeitada pela Medivation que aceita a oferta da Pfizer, feita em agosto do mesmo ano, no valor de 14 bilhões de dólares;
  • Em 2016, os resultados da Sanofi melhoram com um volume de negócios em progressão de 9,8%, ou seja, 33,8 bilhões de euros.

 

Vantagens e pontos fortes da ação Sanofi enquanto ativo financeiro:

Muitos investidores do mundo inteiro desejam implementar uma estratégia de longo prazo sobre a ação do grupo Sanofi, seja para compra, seja para venda. No entanto, esse tipo de estratégia depende em grande parte das capacidades de crescimento e dos riscos de recessão eventuais dessa empresa. Por esse motivo, é necessário conhecer as forças e as fragilidades da empresa Sanofi antes de tomar posição. Comecemos por lembrar aqui os pontos fortes desse grupo.

Em primeiro lugar, o grupo Sanofi goza de um posicionamento muito interessante no seu setor de atividade. Com efeito, a Sanofi nada mais é do que o quarto grupo farmacêutico do mundo. Em nível europeu, seu posicionamento é ainda mais interessante, haja vista que ele é o líder dessa área. Podemos também lembrar que a Sanofi é atualmente a número 1 mundial na área de vacinas.

Outro ponto forte importante da ação Sanofi diz respeito ao provável crescimento do setor farmacêutico nos anos que estão por vir. Essa antecipação de crescimento se deve a diversas constatações e fatores estruturais. Pode se tratar, por um lado, do envelhecimento populacional que gera uma necessidade crescente em tratamentos médicos, ou do acesso a serviços de saúde, cada vez mais facilitado no mundo inteiro. Devido a esses diversos elementos, o crescimento desse setor de atividade é atualmente superior ao crescimento do PIB mundial, o que significa que a Sanofi faz parte das empresas tendo maiores chances de seguir com crescimento nos próximos anos.

A boa distribuição das diversas atividades do grupo Sanofi é também um ponto forte. Com efeito, lembremos que o grupo gera 31% de sua renda graças a produtos já bem estabelecidos, 20,5% com o tratamento da diabetes, 9,5% por meio dos produtos de saúde para o grande público, 10% com o tratamento de doenças raras, 5% vindo dos remédios genéricos, 4% pelos tratamentos de oncologia, 13% graças às vacinas e 7% gerados pelos produtos veterinários. Dessa forma, a empresa não corre o risco de estar ligada a somente uma área de saúde e pode eventualmente compensar algumas perdas num determinado mercado com os outros setores.

De um ponto de vista geográfico, o grupo Sanofi conseguiu também posicionar-se de forma estratégica. É notadamente o caso com seu posicionamento nos mercados emergentes através dos quais o grupo realiza 33% de suas vendas, com 12% somente na Ásia, e que estão atualmente em pleno crescimento. Com efeito, lembremos que o mercado estadunidense representa, por si só, 36% das vendas do grupo, enquanto a Europa ocidental representa apenas 22% dessas vendas.

Os analistas especialistas desse mercado também salientam a importância da estratégia implementada pelo grupo Sanofi e já bem-sucedida. Com efeito, a empresa aposta em primeiro lugar numa redução da dependência a apenas algumas moléculas principais. Dessa forma, ela tende a reduzir o impacto das patentes e o forte crescimento do genéricos que afetam muitos laboratórios faz alguns anos. Tal estratégia é também baseada no desenvolvimento das atividades do grupo e um crescimento orientado que privilegia os segmentos com as melhores perspectivas de crescimento e com a menor taxa de risco, como os tratamentos sem prescrição e a automedicação, as vacinas, a biotecnologia e os genéricos. Sempre pelo ponto de vista estratégico, o grupo organizou-se recentemente em quatro grandes polos, com a diabetes e o segmento cardiovascular, os produtos amadurecidos, os países emergentes e os tratamentos sem prescrição, e as filiais Sanofi Pasteur e Sanofi Genzyme que se encarregam dos tratamentos das doenças raras, a esclerose múltipla, a oncologia e a imunologia. Por meio dessa distribuição, o grupo se assegura rendas futuras em áreas diversificadas da farmacologia.

Pode também apreciar o fato de que o grupo Sanofi esteja a ponto de se tornar um dos maiores nomes da saúde destinada ao grande público no mundo com sua linha de remédios sem prescrição. Para tanto, ele resolveu vender seu polo de saúde veterinária para a empresa alemã Boerhinger Ingelheim como contrapartida da compra das marcas Lysopaïna, Dulcolax e Surbronc, comercializadas no mundo inteiro. Uma decisão inteligente de se posicionar num segmento com ótimo futuro.

Os investidores na Bolsa, bem como os acionistas, apreciam a visibilidade que essa empresa dá ao seu futuro crescimento. Com efeito, o grupo anuncia previamente o lançamento de novos medicamentos, os dois últimos lançados em 2016 e 2018. De fato, sabe-se que os tratamentos com o Lantus para a diabetes, o Lemtrada e o Aubagio para a esclerose múltipla ou ainda o Dupilumab para a dermatite, tiveram um enorme sucesso pouco tempo após sua colocação no mercado.

Para permanecer um dos líderes do seu setor de atividade, a Sanofi pode também contar com suas numerosas inovações. Com efeito, os investimentos em pesquisa e desenvolvimento deveriam alcançar a marca de 6 bilhões de euros até 2020.

Outro ponto forte, como o mencionamos anteriormente, se refere às diversas parcerias realizadas pelo grupo Sanofi, como a aliança com as empresas americanas Regeneron e Alnylam. Com efeito, lembremos que o setor das biotecnologias representa, por si só, mais de 10% do volume de negócios realizado pela empresa.

Finalmente, o grupo Sanofi tem a vantagem de dispor de liquidezes muito importantes, ou seja, mais de 8 bilhões de euros, o que lhe permite lançar, regularmente, programas de compra de títulos para seus acionistas com rendimentos muito interessantes.

 

Inconvenientes e fragilidades da ação Sanofi enquanto ativo financeiro:

Como pode constatar com os elementos que acabamos de abordar, o grupo Sanofi dispõe de muitos trunfos que podem lhe permitir seguir crescendo durante os anos que estão por vir e terão certamente uma influência positiva sobre a cotação de sua ação na Bolsa de Valores. Mas antes de comprar esse título ou apostar numa tendência altista de sua cotação, é também importante levar em conta os eventuais defeitos dessa empresa. Vamos ver, portanto, alguns pontos fracos do grupo Sanofi.

Primeiramente, e apesar de muitos esforços do grupo e sua estratégia de diversificação, o crescimento dos remédios genéricos segue prejudicando-o. Com efeito, a concorrência nesse segmento é cada vez mais intensa e agressiva, notadamente no que se refere a alguns produtos mais populares. Essa concorrência acarreta uma perda de patentes para a empresa e repercuta sobre sua rentabilidade.

Por outro lado, se o setor médico e de saúde permanece em franco crescimento, esse setor de atividade é também uma área bastante difícil de certo ponto de vista. Com efeito, as empresas desse setor, como Sanofi, devem negociar com a pressão das autoridades de saúde pública e, portanto, reduzir radicalmente seus custos, o que gera perdas de arrecadação. Ainda por causa dessas autoridades, esses grupos devem enfrentar cada vez mais barreiras regulatórias que podem reduzir seu crescimento e seu desenvolvimento.

No mercado americano, o grupo sofre atualmente várias perdas após o lançamento do remédio genérico Lilly que faz concorrência direta ao seu tratamento com o Lantus. Assim sendo, esse último se encontra cada vez mais frequentemente excluído da lista dos remédios reembolsados pelos planos de saúde. Por outro lado, ainda nos Estados-Unidos, o grupo arca com as consequências negativas do atraso de colocação no mercado de sua caneta de insulina.

O ano de 2017 tampouco ajudou para os investidores retomarem confiança. De fato, durante três trimestres consecutivos, a Sanofi sofreu uma queda importante de suas vendas, exceto nas vendas referente à saúde veterinária. Devido a esses resultados decepcionantes, o grupo teve de revisar alguns dos seus objetivos para baixo, notadamente aqueles relativos aos produtos de tratamento da diabetes, mas também aos remédios genéricos.

Para concluir com as fragilidades do grupo Sanofi, notemos que, de forma geral, o lucro do grupo apontou um crescimento inferior ao de outras empresas concorrentes. Em 2017, inclusive, o grupo anunciou o adiamento da volta a uma expansão da rentabilidade para 2018.

 

Como realizar uma boa análise fundamentalista da cotação da ação Sanofi?

Se conhecer as forças e as fragilidades do grupo Sanofi vai ajudá-lo(a) a antecipar as tendências de fundo de sua ação na Bolsa, negociar esse título no curto prazo requer uma análise fundamentalista mais aprofundada. Por isso, recomendamos acompanhar atentamente os pontos a seguir.

De forma geral, seguiremos atentamente os resultados do grupo, dentre os quais: o volume de negócios realizado com cada tratamento, a duração das patentes, os resultados dos estudos clínicos, a evolução das legislações e as decisões das autoridades sanitárias.

O título Sanofi também se revela muito reativo com determinadas declarações dos seus principais concorrentes. É notadamente o caso com as declarações dos grupos Novartis, Roche ou Astrazeneca.

Ficaremos também atentos a todas suas operações de compra de empresas da área de biotecnologia, empresas pelas quais seus concorrentes também manifestam interesse.

Aguarda-se também com muita expectativa os resultados dos testes clínicos atualmente em andamento sobre a eficácia de uma vacina contra o vírus Zika que o grupo desenvolveu recentemente. Vai sem dizer que o sucesso desses testes permitirá uma colocação rápida no mercado e um lucro adicional para o grupo em longo prazo.

De forma geral, ficar-se-á atento à capacidade do grupo em reaver um lucro estável após a reorganização estratégica de 2016 em torno de quatro grandes polos de atividade e a reformulação de sua carteira após ter cedido a divisão veterinária do grupo a uma empresa alemã contra suas atividades com remédios sem prescrição. Acompanhar-se-á também de perto os resultados da colocação no mercado dos remédios Cerdelga, Dengvaxia, Dupilumab, Lixilian, Praluent, Sarulimab e Toujeo. Evidentemente, haverá de se interessar pelas próximas inovações do grupo e a simplificação de sua organização.

Finalmente, graças a esses elementos simples de encontrar on-line, você poderá realizar análises fundamentalistas pertinentes desse título financeiro. Contudo, você deve também levar em conta os sinais oriundos da análise técnica e compará-los com aqueles obtidos pela análise fundamentalista para afinar ainda mais suas previsões.

Onde e como negociar sobre a cotação da ação Sanofi ao vivo?

Você considera investir dinheiro na ação Sanofi, comprando e vendendo esse título diretamente do mercado financeiro? A melhor forma de fazê-lo é recorrer aos CFD dos brokers on-line. Cadastre-se desde já numa das melhores corretoras.

Negocie a ação Sanofi Aventis agora!*
Os CFDs são instrumentos complexos e comportam um nível de risco elevado de perder dinheiro rapidamente devido à alavancagem. 65% das contas de clientes particulares perdem dinheiro, ao transacionar CFDs com este provedor. Deve ponderar se compreende como funcionam os CFD e se pode correr o risco elevado de perder o seu dinheiro.