Classificação: 4.20 5 votos
 

Comprar ações do Renault

As grandes companhias francesas cujas ações são cotadas no mercado financeiro representam polos de investimento interessantes para os traders e os investidores franceses e europeus. Dentre os títulos mais atrativos, encontram-se regularmente grandes nomes da indústria automobilística. É assim o caso do grupo Renault que lhe propomos de descobrir neste artigo mais detalhadamente, a fim de aprender a identificar os eventos mais pertinentes para realizar a análise de sua cotação.

 

Acerca da empresa Renault:

Logo após o grupo PSA (Peugeot-Citroën), o grupo Renault é a segunda montadora de automóveis francesa. Seu volume de negócios global é definido por diversas atividades, dentre as quais, evidentemente, a venda de veículos automóveis, mas também as prestações de serviços, como financiamentos, garantias e serviços de manutenção.

Com nada menos do que 32 plantas de produção espalhadas pelo mundo, o grupo conta com um efetivo de 121.807 funcionários e desenvolve suas atividades na Europa, América e Ásia.

 

Os principais concorrentes da Renault:

A concorrência da empresa Renault se resume a um só fabricante de automóveis, o grupo PSA. Recentemente,em 2016, a Renault conseguiu se posicionar novamente em primeiro lugar no ranking dos fabricantes de automóveis franceses apesar do PSA ter liderado por mais de 30 anos.

O grupo Renault vendeu mais de 3,18 milhões de veículos em todo o mundo em 2016,ou seja, umaumento de 13,3% contra 3,15 milhões do grupo PSA. No entanto, os dois fabricantes continuam disputando a liderança.

Dentre os concorrentes internacionais da Renault, temos as seguintes empresas:

É importanteacompanhar asinformações de cada uma dessas empresas a fim de analisar corretamente as possibilidades de alta ou de queda da ação da Renault,pois a concorrência nesse setor é extremamente acirrada e poderapidamente mudar o cenário em função de eventos específicos.

 

Os principais parceiros da Renault:

O grupo Renault procura constantemente criar parcerias com determinadas empresas concorrentes ou complementares no intuito de preservar seu posicionamento no mercado automobilístico.

Foi assim que, em 2016, ele se associouao grupo Microsoft a fim de desenvolver um modelo de veículo conectado utilizando as tecnologias informáticas mais inovadoras.

Há muito tempo, a Renault assinou uma parceria com os lubrificantesda marca Elf, uma filial do grupo Total, para impulsionar esses produtos.

Em 2015, o grupo Renault tentou também criar uma parceria com o fabricante de automóveis Mitsubishi, mas finalmenteo contratofoi anulado. Essa parceria, para a Renault, visavafornecer ao grupo japonêscarros sedan de três portas para seu mercado norte-americano.

Outras parcerias provavelmente surgirão em breve e é importante acompanhar de perto as notícias.

 

Análise da cotação da ação Renault:

Como muitas empresas inscritas no CAC 40, a ação Renault atravessou momentos difíceis em 2009, no início da crise econômica. Mas, desde então, a cotação dos seus títulos não para de ganhar pontos, o que faz dessa ação um investimento interessante em curto ou longo prazo.

Os analistas observam, aliás, a forte tendência altista sobre os títulos da Renault em 2014 e 2015, tendência que segue em alta.

 

Histórico econômico e financeiro da empresa Renault:

Sem precisar voltar às origens da empresa Renault, é interessante, para um investidor, tomar conhecimento do seu histórico recente concernente aos eventos econômicos e financeiros que marcaram o grupo. Com efeito, ao interpretar o impacto desses eventos sobre a análise técnica histórica das cotações, torna-se fácil antecipar as próximas variações. Segue, portanto, uma recapitulação dos eventos econômicos que afetaram essa empresa no decorrer dos últimos anos.

  • Em 2010, a Renault efetua uma troca de 3,1% do seu capital com a Daimler após um acordo de cooperação;
  • Em 2011, a Renault lança sua linha de veículos elétricos, apesar de uma demanda muito fraca à época;
  • Em 2013, a Renault e a Russian Technologies assinam uma parceria com a Lada-Avto VAZ e criam assim uma co-empresa. No mesmo ano, a Renault lança a produção do Crossover Renault Captur que iria se tornar o veículo dessa categoria mais vendido na França. Em dezembro, o grupo conclui um acordo com aDongfeng Motor Corporation para a produção de veículos na China.
  • Em 2015, a Renault India Private Limitedcomeça a vender o Renault Lodgy e anuncia seu novo SUV citadino. O mesmo ano, o grupo apresenta seu novo SUV, o Renault Kadjar. O governo francês anuncia o crescimento temporário de sua participação no grupo passando de 15% a 19,73% para barrar uma votação recusando o benefício do voto duplo aos investidores em médio prazo (dois anos). A moção será recusada.
  • Em 2016, a Renault apresente um carro conceitual esportivono Mundial do Automóvel que anuncia o futuro estilo inovador da marca. As perdas registradas depois da entrada da Atvo VAZ no capital da empresa somam 1,1 bilhão de euros por causa da queda de vendas. Ainda em 2016, a Renault faz um acordo assinado com o ministro da Indústria do Irã que permite à marca produzir mais veículos com a criação de uma empresa comum com o IDRO, um fundo de investimento e de renovação da indústria daquele país. A fábrica iniciará suas atividades em 2018 com uma capacidade de produção de 150.000 unidades.

 

Como o grupo Renault é organizado?

Também é importante, para um investidor, de se debruçar sobre a organização interna do grupo Renault a fim de entender como e por quem são tomadas as grandes decisões da empresa.

Atualmente, a empresa Renault faz parte do Grupo Renault, no qual encontram-se também outras filiais como DIAC, Dacia, ou ainda Renault Sport. A Renault possui 80% do departamento de automóveis da empresa coreana Samsung, e daí criou a filial Renault Samsung Motors, ou RSM.

A Renault se associou à Nissan, logo no início do século XXI, a fim de concorrer com alguns gigantes da indústria automobilística como General Motors ou Toyota. Essa aliança é composta, por um lado da Nissan, e por outro lado do Grupo Renault, com a Renault, Dacia e Renault Samsung Motors.

Graças a essa parceria, as duas marcas puderam conservar sua identidade própria ao mesmo tempo em que propunham veículos concebidos nas mesmas plataformas e assim reduzir os custos de produção para garantir preços competitivos frente a esses gigantes. O grupo hoje é classificado na 10ª posição dos construtores de automóveis do mundo.

Evidentemente, essa organização é suscetível de evoluir com o tempo, na oportunidade de novas aquisições ou fusões do Grupo Renault, bem como das decisões econômicas que, então, também serão reavaliadas e evolutivas.

 

Dados financeiros importantes acerca da ação Renault:

Para fazer uma boa análise da provável evolução da cotação da ação Renault, é essencial, evidentemente, conhecer todas as informações citadas acima, inclusive as atividades da empresa, a organização desse grupo ou ainda os eventos que marcaram sua história recente ou o histórico de sua cotação. Mas você deve também conhecer alguns dados financeiros informativos, porém tão importantes quanto:

  • Em 2017, a capitalização total da empresa Renault no mercado alcança a marca de23.634,12 milhões de euros;
  • Ainda em 2017, contam-se aproximadamente 295.722.284 títulos da empresa Renault circulando no mercado financeiro;
  • A cotação da ação Renault é atualmente inscrita no Compartimento A do mercado Euronext Paris na França;
  • O grupo Renault faz também parte da composição do índice nacional francês de referência, o CAC 40. Trata-se, portanto, de uma das 40 empresas francesas com a maior capitalização na Bolsa de Valores;
  • O painel de acionistas da empresa Renault se compõe, com 19,74% das partes, pelo Estado Francês, 15% das partes são de Nissan France, 5,20% são daBlackRock, 3,10% da Daimler, 2,09% das partes pertencem aos funcionários da empresa, e permanecem 1,57% em autocontrole.

Evidentemente, as informações apresentadas aqui são baseadas em dados de 2017 e podem evoluir com o tempo. No entanto, esses dados poderão lhe servir de base para implementar estratégias eficientes on-line.

Lucrar com a ação Renault:

Não espere mais para poder aproveitar as oportunidades de trading on-line e lucre especulando sobre as variações da cotação da ação Renault hoje mesmo! Basta para tanto apostar na alta ou na queda.